• Anuncie
  • Brasil Escolar
0
0
0
s2sdefault

Ontem chegamos cedo em Xi’an, mas o clima tipo Guerreiros Terracota do hotel nos levou a tomar umas cervejas e a noite se estendeu até umas 02:00 horas da manhã. Hoje amanhecemos correndo porque tínhamos contratado um pacote parra visitar a Tumba do Imperador Qin, o Museu terracota e uma fábrica com terracota.

Saímos as 9:00 horas, tem um casal de alemães. Nós nos apresentamos e seguimos para o passeio. No grupo se integram o pessoal de outra VAN, duas argentinas, dois ingleses e dois Dinamarqueses. No caminho passamos por vários locais. Xi'an, sendo uma cidade muito antiga, não é tão bonito como Chengdu e também não é tão organizada. Conseguimos ver em algumas áreas casebres mais pobres, mas nada que pareça muito pobre. Aliais, nesses dias todos andando a China, confesso que ainda não vi gente muito pobre e os pobres que vimos são poucos.

Também não senti insegurança e são muito solicitamos e ficam muito felizes quando ajudamos, como por exemplo ajudar com um carrinho de bebê numa escada, entre outros. Gostam de conversar e tem costumes e hábitos tão próximos dos nossos que começo a me sentir em casa. As mulheres estão no mercado de trabalho no mesmo nível dos homens, ou seja, não existe qualquer tipo de discriminação e elas, mais do que os homens pedem para tirar fotos, tentam conversar e se comunicam, ou seja, falam muito. Porque será? Brincadeirinha.

Primeiro vamos até a fábrica. No local pode se encontrar muitos tipos de trabalhos, principalmente ligados a reprodução de réplicas dos guerreiros Terracota. Mas tem muita coisa. Um chinês que faz desenhos escreve o meu nome "Iappe" em chinês. Ficou muito legal. Para compensar comprei uma gravura feita por ele, R$ 50,00. O Pedrinho que ganhou um desenho dele também compra. Realmente são belas pinturas.

 

Tiramos fotos com dragões, gravuras, guerreiros e outros artesanatos, tudo com uma riqueza de detalhes impressionante.

Concluímos a visita e nos dirigimos em direção ao museu. O museu é, segundo o guia, junto com a pirâmide duas das maravilhas do mundo moderno. Realmente é impressionante. Como pode o Imperador Qin, que unificou a China, tenha construído milhares de guerreiros, ricamente adornados, com cores e tudo mais e depois enterrou eles para que acompanhassem ele na sua viagem para o mundo espiritual, Além disso a esposa e suas concubinas foram mortas e enterradas com ele, também os arquitetos que construíram as edificações, todos para acompanhá-lo rumo ao outro mundo.

Depois fomos para o almoço que estava incluído no pacote. O almoço mesmo sendo comida chinesa estava uma delícia, penso que foi porque o local é frequentado por turistas e assim tinha menos pimenta na comida. Almoço terminado vamos para a tumba do Imperador Qin e foi muito estranho, porque chegamos lá, o guia explicou sobre o Imperador por uns 10 minutos e depois deu mais 5 minutos para as fotos e vamos para casa. A tumba estaria fechada nos últimos 200 anos e os últimos que entraram teriam morrido. Então porque estava no roteiro? Mico. Sempre acontece.

Voltamos para o hostal e depois saímos para conhecer as redondezas. A parte central é uma Times Square da China. Inacreditável! As marcas mais famosas e caras do mundo desfilam por aqui. Me dá um nó na cabeça? A China não é um País comunista? Então como se explica isso? Se isso é comunismo, eu também sou comunista. Pelas aparências a China é um País mais capitalista quero muitos que conheci é muito mais que o Brasil. Andar por essas ruas é como andar nas ruas dos melhores Países do mundo que conheci. A segurança impressiona. O que mais se vê é IPhones e outros aparelhos caríssimos, livremente andando nas mãos das pessoas para cá e para lá sem qualquer risco.

Subimos na muralha da cidade e ficamos caminhando um bom tempo. Essa muralha cercava toda a cidade antiga de Xi’an, uns 14 km de perímetro. Ela tem uns 10 metros de largura e 12 metros de altura, em alguns pontos mais outros menos. A cada intervalo de alguns metros tem uma casinha que provavelmente servia para guardar as armas em caso de ataque. Você pode andar sobre ela a pé, ou ainda de carro elétrico ou bicicleta alugada.  É impressionante o tamanho e organização dessa muralha. A beleza também. A entrada tem uma ponte levadiça sobre um rio que separa a cidade do ambiente externo.

Muralha da antiga cidade de Xi’an 

Entrada da muralha da antiga cidade de Xi’an

Depois entramos numa rua de comidas e artesanato de rua. Comemos um espetinho de caranguejo, vimos coisas muito estranhas que servem de comida, mas nada de escorpiões e outros insetos que enchem nossa mente de fantasiosas sobre a China.

O Gmail continua bloqueado...

Elton Iappe

08/04/2015