0
0
0
s2sdefault

Atualizada dia 28 fev 


CUIABÁ - A Associação dos Fazendeiros dos Rios Araguaia, Cristalino e das Mortes, os calcários Vale do Araguaia e Serra Dourada e o Sindicato Rural de Cocalinho entraram com ação cautelar na justiça.afava ação 0

O objetivo das entidades é pedir a suspensão da consulta pública do zoneamento ecológico, proposto no site da Seplag – Secretaria de Planejamento do Mato Grosso.

Dra. Scheila Mortoza, representando os advogados da petição, entenderam que existe uma série de irregularidades na proposta de zoneamento, a começar pela consulta pública, que fere o direito de acesso a toda a população de mato Grosso.

Segundo ela, enormes prejuízos vão ocorrer em 17 municípios do Araguaia, quanto às restrições pelo uso da terra. Os prejuízos econômicos afetarão toda a sociedade regional, afirmou a advogada.

A ação tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública em Cuiabá e agora, as entidades aguardam a dias pela resposta da justiça mediante esse pedido de liminar. A juíza plantonista declinou da competência faz dias.

As entidades proponentes da ação entendem que a prorrogação da consulta pública no site da Seplag não contempla a sociedade, uma vez que os vícios não são passíveis de serem sanados.

Os fazendeiros, calcários e o sindicato entendem que a consulta não discute com a sociedade as reais propostas frente ao prejuízo que advirá do projeto proposto.

A entrevista com Dra. Scheila Mortoza será apresentada em Notícias Interativa, hoje às 12hs. Não perca!

Veja detalhes da petição aqui 





========================= 

Atualizada dia 21 fev 

Aprosoja alerta para perigo do zoneamento para a economia

PHOTO 2021 02 19 14 46 46CUIABÁ - A Aprosoja Mato Grosso iniciou ampla campanha através das redes sociais alertando sobre os prejuízos que o projeto de Zoneamento Ecológico pode causar para a economia de Mato Grosso.

Segundo a Aprosoja, se a atual proposta do Zoneamento for aprovada, poderá retirar imediatamente 380 mil hectares da agricultura, deixando de produzir grãos, e provocando queda no emprego e na geração de renda.

A Aprosoja entende que 78% dos projetos de logística também podem ser afetados de alguma forma, comprometendo 3.700km de rodovias.

A entidade alerta que até 20% da atividade produtiva de Mato Groso será afetada.

A Aprosoja quer discutir o assunto de forma ampla e com base em dados técnicos.



========================== 
Publicado em 15 fev

Zoneamento atingirá pecuária do Araguaia, diz Xico Graziano

gracianoVALE DO ARAGUAIA - Eng. Agrônomo, Doutor em Administração, Xico Graziano, está abismado com o projeto do zoneamento proposto pelo Governo de Mato Grosso,

que pode acabar com a produção agropecuária em 17 cidades do Araguaia.

Ele visitou projetos de assentamento na região e percebeu que a proposta do zoneamento pode inviabilizar as pequenas propriedades rurais.

Veja vídeo com Xico Graziano