• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

QUERÊNCIA – Na noite desta quinta-feira (06/11) a Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com as Secretarias de Saúde e de Educação, realizou uma reunião voltada aos beneficiários do programa Bolsa Família. A reunião contou com a presença de cerca de 300 pessoas beneficiadas pelo programa, em Querência.

O acompanhamento dos beneficiários é obrigatório e acontece semestralmente. O intuito da reunião foi esclarecer dúvidas à cerca das condicionalidades para manutenção do Programa Bolsa Família, que são: matricular crianças e adolescentes de 6 a 17 anos na escola, frequência escolar mínima de 85% para os alunos de 6 a 15 anos e 75% entre 16 e 17 anos, e recadastramento dos dados a cada dois anos no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

Outro requisito obrigatório do programa é o acompanhamento de saúde. Devem ser acompanhadas crianças menores de sete anos, mulheres de 14 a 44 anos e todas as gestantes. O objetivo do acompanhamento é monitorar o estado nutricional, vacinação e pré-natal dos beneficiários. Por isso, na noite de ontem a equipe da secretaria de saúde realizou a pesagem dos beneficiários que compareceram à reunião, na sede da secretaria de assistência social.

Foram sorteados diversos brindes durante a reunião. Além disso, o encontro proporcionou uma palestra sobre o empoderamento feminino das mulheres beneficiárias do Bolsa Família. Com isso, os técnicos do Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) objetivam melhoria nas condições de vida, nas relações familiares, conscientização e autoestima dessas mulheres.

Lembrando que as famílias que não compareceram à reunião devem procurar o posto de saúde mais próximo de sua casa para realizar o acompanhamento de saúde. O não cumprimento desta obrigatoriedade pode acarretar no cancelamento do benefício por parte do governo federal.

Em Querência, 818 famílias são beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, incluindo indígenas. No estado de Mato Grosso, mais de 306 mil pessoas recebem o benefício.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o Bolsa Família atende atualmente a 13,9 milhões de famílias de baixa renda em todo o país. São beneficiárias as famílias consideradas extremamente pobres (com renda mensal de até R$ 89 por pessoa)  e pobres (com renda mensal de até R$ 178 por pessoa, mas que incluam gestantes ou crianças e adolescentes de até 18 anos).

Veja Também

Internet
  • 23 Outubro 2019
  • Por Inácio Roberto

Ponto Facultativo do Dia do Servidor Público

ÁGUA BOA – Devido ao ponto facultativo, os órgãos estaduais não funcionarão na segunda-feira (28.10). A data marca o Dia do Servidor Público. Apenas serviços considerados essenciais, como saúde e...