0
0
0
s2sdefault

ReproduçãoQUERÊNCIA - A campanha nacional de vacinação contra o vírus Influenza A encerra nesta terça-feira (30). Adultos entre 55 e 59 anos, bebês de seis meses a crianças de cinco anos, 11 meses e 29 dias, mulheres no pós parto (puérperas) e gestantes que ainda não foram imunizados, devem procurar as unidades de saúde do município. A vacina protege contra três tipos de vírus: Influenza A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B.

A vacinação acontece nas Unidades de Saúde dos Setores E, Imperial e Nova Querência. 

========================================================

2ª etapa da Campanha de Vacinação contra Influenza tem caminhoneiros e profissionais de segurança pública entre grupo prioritário

Publicado em 16/04/2020 - Michele Soares com informações do G1 MT

QUERÊNCIA – Começou nesta quinta-feira (16) a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a gripe Influenza, também conhecida como H1N1. Esta etapa deve se estender até o final do mês de maio, e tem como grupo prioritário caminhoneiros, profissionais de segurança pública e salvamento, portadores de doenças crônicas transmissíveis e jovens e adolescentes de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas.

Os idosos que não receberam a vacinação durante a primeira etapa da campanha serão imunizados nesta etapa. Uma equipe volante da secretaria municipal de saúde realizará a vacinação desses idosos em suas residências. Para as demais pessoas que fazem parte do grupo prioritário, a vacinação segue sendo realizada na Unidade de Saúde do Setor G, de segunda à sexta-feira, das 07:30hs às 11:30hs e das 13:30hs às 17:30hs.

Na primeira etapa, cerca de 900 pessoas, entre idosos e profissionais da saúde, receberam a vacina contra a gripe.

Policiais Militares lotados na 19ª Companhia Independente de Polícia Militar já estiveram na UBS do Setor G e receberam a vacina contra a gripe Influenza.

A vacina é composta por vírus inativado e protege contra os três vírus da gripe: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

A Secretaria Municipal de Saúde reforça que é a vacinação é importante para dissociar casos de H1N1 de casos suspeitos de Covid-19, ou seja, se uma pessoa está imunizada contra a H1N1, qualquer sintoma já remete a avaliação do coronavírus.

Vale lembrar também que a vacina contra Influenza não imuniza contra o coronavírus, mas sinaliza por um tratamento mais eficiente, além de dar uma proteção maior às pessoas consideradas ‘grupo de risco’ para doenças advindas das síndromes respiratórias graves, como a pneumonia.

Última fase

Na última fase, prevista para iniciar em 9 de maio, devem ser vacinadas crianças de seis meses a seis anos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, adultos de 55 anos e 59 anos de idade, pessoas com deficiência, professores das escolas públicas e privadas.

Veja Também

Policial
  • 10 Maio 2020
  • Por Inácio Roberto

Jovem de 21 anos se suicida

ÁGUA BOA - Suicídio assustou a família no PA Santa Maria.  O jovem Rangel Silva Costa, 21 anos de idade, morador do bairro Cristalino, estava na casa de parentes em um sítio de Eva Pereira no...