0
0
0
s2sdefault

QUERÊNCIA – Para quem já está sofrendo com o forte calor registrado nas últimas semanas, a previsão dos próximos dias não traz nenhum refresco. Muito pelo contrário. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, o INMET, algumas cidades da região devem registrar temperaturas ainda mais elevadas, com máxima de até 44º C e com a umidade relativa do ar na casa dos 10%, o que agrava ainda mais a situação.

Esse é o caso de Querência, que segundo o INMET, deve registrar um aumento gradativo desta terça-feira (15), quando os termômetros devem registrar máxima de 40º C, até o próximo sábado (19), com previsão de máxima de 44º C.

Outras cidades do Araguaia também devem registrar temperaturas elevadas durante a semana, com o sábado (19) prometendo ser um dos dias mais quentes do ano. Em Confresa e Canarana, a temperatura máxima esperada é de 43º C. Já Barra do Garças, Nova Xavantina, Ribeirão Cascalheira e Água Boa devem registrar máxima de 42º C em seus termômetros.

E não é só Mato Grosso que tem sofrido com as altas temperaturas. Nas últimas 24h o INMET registrou 44,8º C na estação meteorológica de Divinópolis, no estado de Minas Gerais.

==========================================================================

Querência está entre as cidades que registraram as maiores temperaturas das últimas 24h, segundo o Inmet

Imagem: ReproduçãoQUERÊNCIA – Dezenove cidades registraram as maiores temperaturas desta quinta-feira (10/09), com os termômetros marcando entre 39,9º e 42,6º. Estão listadas cidades de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará e Tocantins.

Liderando o ranking dessa calorosa lista, está a capital mato-grossense. Cuiabá registrou ontem a tarde mais quente de 2020.

Em seguida aparecem Poxoréo (42,3º), Conceição do Araguaia (41,7º), Diamantino (41,5º), Santo Antônio do Leverger (41,4º) e São José do Rio Claro (41,3º).

Querência também entrou nesse ranking, registrando a máxima de 40,2º nesta quinta-feira. E hoje, sexta-feira (11), a previsão é de ainda mais calor, com os termômetros podendo chegar até os 41º.

Para o fim de semana, nada de alívio. Os termômetros devem estacionar nos 40º, segundo o INMET.

O INMET emitiu ainda um Alerta Vermelho para esta sexta-feira, devido à baixa umidade relativa do ar, que está na casa dos 10%. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nível considerado aceitável de umidade relativa do ar é acima de 30%. Abaixo disso há vários possíveis problemas de saúde decorrentes da baixa umidade do ar e que afetam principalmente as vias respiratórias.

O ressecamento das mucosas das vias aéreas é o mais comum deles, deixando o indivíduo mais vulnerável a infecções virais, bacterianas, crises de asma, sinusite e rinites, uma infecção das mucosas que, segundo a OMS, afeta 25% dos brasileiros.

As recomendações para enfrentar o calor excessivo e a baixa umidade relativa do ar são: Ingerir bastante líquido, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, usar hidratante para pele, caprichar no uso do protetor solar e umidificar o ambiente. Evite bebidas diuréticas, como café e álcool, também podem contribuir para o bem estar nesses dias quentes e secos.

Veja Também