• Anuncie
  • Brasil Escolar
0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 07 FEV 2020

 

COCALINHO – A colheita da soja em Cocalinho deve iniciar na segunda quinzena de fevereiro.cheia araguaia/foto facebook

A informação é do secretário de Agricultura do município. João Peres confirmou que os produtores rurais plantaram cerca de 20 mil hectares com a oleaginosa no município. As lavouras se concentram na região da MT-100 e da MT-326.

Não foram registradas pragas nas lavouras e as chuvas estão dentro da média esperada, principalmente nas últimas semanas. Os varjões e mananciais d’água estão se recompondo para o próximo período de estiagem.

O Rio Araguaia em Cocalinho está alto com tantas chuvas recentes. A maior enchente foi registrada na década de 1.980, quando cerca de 70% da população ficou desabrigada. Neste século, a maior cheia foi em 2.013, quando o rio atingiu a praça que fica no porto da cidade.

 

================================= 

 

ATUALIZADA DIA 24 JAN 2020

 

COCALINHO – As chuvas no município de Cocalinho prosseguem. Em dezembro, foram apenas 115mm. Agora em janeiro, já foram 350mm.

A informação é do Secretário de Agricultura João Peres. A colheita da soja deve iniciar na segunda quinzena de fevereiro. Ele disse que as lavouras sentiram a falta de chuvas em dezembro/19.

As pragas estão sob controle, mas haverá diminuição na produtividade devido a falta de chuvas. Ele afirmou que os córregos e rios maiores como o Rio Araguaia ainda estão com pouco volume de água.

Segundo Peres, se as chuvas regularizarem, poderemos ter um maior volume de água nos rios e consequentemente nos varjões que também estão com baixo volume. A região necessita de muita água armazenada para fazer frente ao próximo período da seca. Já as pastagens para a pecuária estão normais.

As rodovias que ligam Cocalinho a Água Boa e a Mozarlândia/GO estão com problemas de atoleiros. Já a rodovia que liga Cocalinho a Britânia/GO mantém a trafegabilidade dentro da normalidade.

 

========================================= 

 

ATUALIZADA DIA 17 DEZ 2019

 

joao peres cocal COCALINHO – Os produtores rurais de Cocalinho ainda não concluíram o plantio da soja por escassez de chuvas.

A informação é do secretário municipal de Agricultura. João Peres disse que dos 20 mil hectares, ainda restam mil hectares para semear com soja.

Nas últimas semanas, Cocalinho recebeu poucas chuvas e os produtores puseram o pé no freio da semeadura. SE o clima não mudar, o secretário acredita inclusive que isso pode gerar perdas nas lavouras de soja.

A semeadura do restante da área será concluída assim que melhorar o índice de humidade do solo.

 

===================================== 

 

ATUALIZADA DIA 03 DEZ 2019

 

 sojaCOCALINHO – As áreas plantadas com soja já chegam a 70% da estimativa total destinada para a oleaginosa no município.

Dos 20 mil hectares, cerca de 14 mil já foram semeados até a segunda-feira. Os dados foram repassados pelo secretário de agricultura.

João Peres ressaltou que o plantio está atrasado por conta das chuvas esparsas na região de Cocalinho, na divisa com Goiás. Peres destacou que o clima preocupava até a semana passada, para o bom desenvolvimento da cultura da soja.

Ele lembra que a colheita em Cocalinho será mais tarde, devendo iniciar no começo de fevereiro. Não foram notados ataques de pragas nas lavouras.

Agora com as chuvas se normalizando, ele acredita em bom desenvolvimento das lavouras.

 

===================================== 

 

ATUALIZADA DIA 18 NOV 2019

 

COCALINHO – Os produtores rurais de Cocalinho já começaram o plantio da próxima safra de soja, mas estão com cautela. A informação é do secretário de Agricultura do município.

Segundo João Peres, as chuvas esparsas estão preocupando a classe agrícola. Até agora, foram registradas poucas chuvas na região de Cocalinho. Por isso, as condições hídricas do solo ainda não são totalmente favoráveis para o desenvolvimento da soja.

Os produtores acreditam que até o final de novembro, essa condição climática deve melhorar. A previsão é de que sejam plantados cerca de 20 mil hectares com soja em Cocalinho.

Porém, a semeadura ainda está no começo. Ele também disse que outro produtor rural de Acreúna/GO, vai investir em Cocalinho. Serão semeados mais 2 mil hectares com soja no próximo ciclo.

Nesse momento, o produtor vai iniciar a limpeza da área e preparação do solo prevendo o início do plantio em 2.020.

 

==================================== 

25 10 2019

joao peres cocal COCALINHO – Os produtores rurais de Cocalinho devem plantar no próximo ciclo, em torno de 20.000 hectares com soja. A informação é do secretário de Agricultura de Cocalinho.

As áreas estão distribuídas em apenas sete propriedades rurais, sendo seis margeando a rodovia MT-100 que liga Cocalinho à Britânia-GO, e uma propriedade no Ribeirão Água Preta (região dos calcários).

Segundo João Vicente Moreira Peres, o início do plantio está previsto para a primeira quinzena de novembro, quando as chuvas tiverem mais regularidade. Há cada ano, Cocalinho constata aumento de novas áreas, em torno de 1.000 hectares por ano.

O secretário acredita que a melhoria da logística de transporte influenciou positivamente para que a soja também fosse integrada ao sistema produtivo de Cocalinho.

João Peres ressaltou que a conclusão do asfalto da MT-326 entre Nova Nazaré e Cocalinho, deverá fomentar ainda mais o plantio de soja e o agronegócio na região.

A história da soja é recente. Os primeiros produtores iniciaram seu plantio há cerca de 12 anos.