• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

plotagem netÁGUA BOA – O Sindicato Rural de Água Boa firmou uma excelente parceria com a Viação Xavante, para a plotagem dos coletivos com a frase: “O Produtor Rural Alimenta o Mundo”. A informação é do presidente do Sindicato Rural. Antonio Fernandes ‘Tunico’ de Mello ressaltou que a Famato também foi parceira da iniciativa, preparando a arte da plotagem. tunico de mello

“Tunico’ agradeceu a José Eduardo Pena, diretor da Viação Xavante, que aceitou a ideia de plotar 10 carros de sua frota com esse incentivo ao agronegócio. O líder sindical destacou que os coletivos viajam pelos estados de Mato Grosso (Araguaia), Tocantins, Goiás e Distrito Federal (Brasília).

O presidente do Sindicato observa que o agronegócio é o motor da economia da região Centro Oeste, gerando emprego, produção agropecuária e renda. Doravante, por onde andarem, os ônibus da Xavante levarão a propaganda da Famato/Sindicato Rural e do agronegócio.

AGRO EM MT - A base econômica de Mato Grosso atualmente é o agronegócio. O agronegócio é responsável por 50,5% do Produto Interno Bruto (PIB) de Mato Grosso, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). O último PIB divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi o de 2016. A soma de tudo o que foi produzido no estado naquele ano chegou ao montante de R$ 123,83 bilhões, o que deixou Mato Grosso na 13ª posição no ranking nacional.

Conforme dados do instituto, o valor bruto da produção em Mato Grosso deve ser de R$ 79,8 bilhões, em 2019. Comparado aos últimos sete anos, esse número representa um crescimento econômico de 126,7%. A agricultura é responsável por 77% desse montante e os outros 23% são representados pela pecuária. De acordo com o Imea, a agricultura ocupa 11,9% do território mato-grossense, (90,3 milhões de hectares). Outros 25,5% são ocupados pela pastagem. Dos 65% de área preservada em Mato Grosso, os produtores são responsáveis por 41,2%.

AGRO E FETHAB EM AB - Estudo feito pelo presidente do Sindicato Rural aponta arrecadação gigantesca de Fethab em Água Boa. ‘Tunico’ de Mello disse que no ano passado, foram abatidas 39 mil cabeças de gado gerando uma arrecadação de R$ 1.250.000,00 em Fethab. Já outros 57 mil bovinos foram comercializados para fora do município e do Estado, gerando mais R$ 1.840.000,00 em Fethab.

De óleo diesel são comercializados mensalmente cerca de 4 milhões e 500 mil litros, gerando quase R$ 1 milhão de Fethab. Ele lembra que 50% do Fethab do óleo diesel deveria retornar diretamente para o município. Porém, na realidade, esse recurso vai para um caixa único, para posterior divisão entre os municípios. Sendo assim, Água Boa até arrecada grande valor, mas ao final, recebe em torno de 10% de retorno.

A colheita da soja rendeu 10 milhões e 580 mil sacas de soja, gerando R$ 18,6 milhões de Fethab. Portanto, os produtores arrecadam para o governo R$ 32,6 milhões em Fethab anual em Água Boa. São R$ 2,7 milhões mensais de arrecadação só de Fethab que deveriam abastecer as principais prioridades locais.

Veja mais sobre o agro em Água Boa - https://noticiasinterativa.com.br/economia/12349-colheita-da-soja-finalizou-com-10-584-000-sacas

https://noticiasinterativa.com.br/economia/13294-atualizada-soja-diesel-e-gado-arrecadam-r-32-milhoes-em-fethab-ao-ano-em-ab

Veja Também