• Anuncie
  • Brasil Escolar
0
0
0
s2sdefault

tunico de mello

ÁGUA BOA – Armazém cobra dos produtores rurais, o desconto do Fethab em cima do peso bruto da carga, sem descontos de umidade e impurezas.

A matéria repercutiu em todo estado, levando a Famato e o Sindicato Rural de Água boa a convocar uma reunião com os armazéns e com técnicos da Secretaria Estadual da Fazenda. O encontro ocorreu em Cuiabá.

Na ocasião, a SEFAZ confirmou que o desconto do Fethab deve ser feito sobre o peso líquido da soja, já descontadas as impurezas e umidade. A SEFAZ deve emitir ainda essa semana uma nota técnica para normatizar a situação.

Da forma como está sendo feito o desconto, o prejuízo outra vez atinge o produtor de soja. O presidente do Sindicato, Antonio Fernandes ‘Tunico’ de Mello disse que a Famato já fez notificação extrajudicial aos armazéns que promovem esse desconto do peso bruto da soja, o que é irregular.

‘Tunico’ advertiu que outra irregularidade é pedir do agricultor, a nota complementar sobre o peso bruto. No final do ano, o produtor terá soja em estoque já que os números não fecharão a contabilidade.

O sindicalista advertiu que os produtores devem ficar atentos para essa manobra irregular por parte de alguns armazéns. Ele questionou ainda esse tipo de parceria que prejudica o produtor, argumentando que talvez outros descontos como impurezas e umidade também estejam prejudicando a classe agrícola.

‘Tunico’ de Mello declarou que tais medidas podem ser questionadas mais tarde pelo produtor. O armazém que promoveu os descontos ilegais terá que devolver o dinheiro cobrado a mais.

Daqui a pouco, o presidente do Sindicato concederá entrevista para falar sobre o assunto. Será às 12hs 30min no REPÓRTER INTERATIVO. Não Perca.