0
0
0
s2sdefault

COCALINHO – Os cerca de 20 mil hectares com soja estão enfrentando um déficit hídrico no município de Cocalinho.
O comentário foi feito pelo secretário de Agricultura. João Peres ressaltou que o grande problema é a ausência de chuvas consideradas.
Além das chuvas abaixo da média, elas são em pancadas esparsas, o que preocupa os plantadores de soja.
Porém, o déficit hídrico também preocupa os pecuaristas. As pastagens não estão crescendo no tempo necessário, para fazer frente à futura estiagem de 2.020.
Peres ressaltou que geograficamente, Cocalinho está situada em uma depressão da região Araguaia, cujas áreas são alagadas na temporada de chuvas. Porém, isso não está acontecendo atualmente.
O Secretário de Agricultura destacou ainda que os varjões estão secos ou com pouquíssima água para fazer frente à futura estiagem. Diante desse quadro, os produtores rurais em geral, tanto agricultores quanto pecuaristas, estão de olho nas pastagens e lavouras, mas também esperando que caiam mais chuvas.
Peres arrisca dizer que o veranico chegou mais cedo nessa temporada, e que assim que as chuvas se estabelecerem, finalmente ocorrerão períodos de ‘invernada’ para recompor os mananciais de água.

Veja Também

Gerais
  • 04 Agosto 2020
  • Por Redação Interativa

Edital de comunicação 17

VILSON PEDRO TISOTT 49553720072, CNPJ/CPF: 37.826.804/0001-54, torna público que requereu junto ao CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, SOCIAL E AMBIENTAL ´´MEDIO ARAGUAIA´´ –...