• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 07 JUNHO 2019

 

ÁGUA BOA – A Escola Estadual 09 de Julho vai retomar as aulas na segunda-feira, 10 de junho.

Os trabalhadores na educação ficaram parados duas semanas. A informação é do diretor Marcelo Pereira de Souza. As aulas na Escola 09 de Julho serão retomadas nos 3 turnos costumeiros.

Já na Escola Antonio Gröhs a greve ainda permanece, segundo fontes do Sintep.

 

=============================================== 

 

ATUALIZADA DIA 24 MAIO 2019

 

Sintep 6 netÁGUA BOA – As escolas estaduais em nossa cidade entrarão em greve na segunda-feira, dia 27 de maio.

A decisão foi tomada pelos trabalhadores na educação do Estado, em assembleia ontem a noite na Escola Estadual 09 de Julho.Sintep 7 net

Na ocasião, dezenas de servidores optaram por paralisar as atividades, seguindo decisão já tomada em outros municípios de Mato Grosso. Os trabalhadores na educação querem cumprimento integral de reposição de 7,69% dos salários, mais a inflação de 3,43%, conforme leis aprovadas na Assembleia Legislativa.

Em maio de 2.019, o salário de 3.052,72 deve receber 3,43% mais 7,695 de reajuste, totalizando 3.400,23. O Sintep pede regularização dos pagamentos dos salários até o dia 10 de cada mês, 1/3 de férias aos contratados temporariamente, e cumprimento da Ação Judicial que cessa descontos da previdência sobre Dedicação Exclusiva.

Reivindicam também estender a tabela salarial para nível superior dos atuais Apoio Administrativo Educacional profissionalizados e melhoria na estrutura física das escolas e dos equipamentos pedagógicos. A matéria completa será repercutida daqui a pouco no bloco de reportagens às 12hs 30min. NO REPORTER INTERATIVO.

 VEJA A PAUTA DO SINTEP

Sintep pauta

 

 Alunos protestaram ontem contra a greve - Disseram que não foram ouvidos pelo Sintep

ÁGUA BOA – Menos de 20 manifestantes estiveram ontem no final da tarde, em frente a escola Estadual 09 de Julho. Alunos 1

Alunos 4Convocada pelos estudantes secundaristas, a manifestação apoiava os professores, mas dizia NÃO à greve. Os estudantes se queixaram de que não foram ouvidos pelos professores, nem sequer consultados.

Ao mesmo tempo, dentro da escola, os trabalhadores na educação estavam reunidos discutindo a possibilidade de entrar em greve em Mato Grosso.

Nossa reportagem entrevistou alguns alunos secundaristas de escolas públicas. Eles disseram que não apoiam a greve, apesar de acharem legítimas as reivindicações dos professores.

Os estudantes disseram que se houver greve agora, o calendário escolar ficará prejudicado. Ao final das contas, os alunos entendem que só eles serão prejudicados, uma vez que não terão tempo de concluir os estudos, nem tempo de preparo para o futuro vestibular e ingresso em faculdades no ano que vem.

 

============================================= 

 

ATUALIZADA DIA 23/MAIO2019

ÁGUA BOA – Alunos das duas escolas estaduais da cidade, Antônio Gröhs e 9 de Julho farão um protesto hoje, quinta-feira (23/MAI), em frente à Escola 9 de Julho às 17:30hs. O protesto acontecerá no mesmo horário e local onde o Sintep fará uma reunião onde será discutida a possibilidade de greve nas escolas estaduais, acompanhando ou não uma decisão do Sintep estadual.

Segundo os representantes dos estudantes, o intuito da manifestação, não é ficar contra os professores e sim lutar pelos direitos dos estudantes. A maioria está cursando o 3º ano do ensino médio e quer prestar vestibular e fazer faculdade, terminar e receber o certificado. A questão não é só o problema de estudar nos sábados ou nas férias de final de ano e sim que irá atrasar os estudos.

Segundo um dos alunos, eles irão ter menos tempo para estudar, perderemos o tempo que poderiam já estar na faculdade.

 

==========================

 

ÁGUA BOA – O Sintep núcleo municipal promoverá encontro da categoria nesta quinta-feira, 23/05, na Escola Estadual 09 de Julho. O encontro será às 17hs 30min.

Na ocasião, os trabalhadores da educação do Estado discutirão a possibilidade de greve nas escolas estaduais, acompanhando ou não uma decisão do Sintep estadual. A informação é de Vania Moraes, presidente interina do Sintep local.