0
0
0
s2sdefault

CAMPINÁPOLIS - Um novo decreto da Prefeitura de Campinápolis suspendeu as aulas na rede municipal de ensino até 27 de julho. A prefeitura alega que um dos motivos da medida é a vulnerabilidade dos povos indígenas ao novo coronavírus, já que eles representam 60% da população do município. 

Até o 25 de maio os servidores administrativos da Secretaria Municipal de Educação de Campinápolis realizam apenas trabalhos internos, sem atendimento ao público e as escolas continuam fechadas. As férias escolares serão adiantadas para o período de 1º a 30 de junho e de 1º a 26 de julho vão acontecer aulas à distância.

Para repor o tempo sem aulas, as escolas terão aulas presenciais de segunda-feira a sábado e mais uma hora de ensino on-line. Mesmo com a continuidade das restrições na educação, a prefeitura liberou o funcionamento das academias e lan houses, desde que mantido o distanciamento mínimo e o controle de entrada de pessoas para evitar aglomerações, além da higienização de materiais e o uso de máscara.

A prefeitura de Campinápolis disponibilizou um celular para receber denúncias de desobediência das medidas de isolamento social. É o (66) 99695-0508, que funciona como WattsApp. (Sapicuá Rádio News)

Veja Também

Gerais
  • 31 Julho 2020
  • Por Inácio Roberto

Editoral: FICO e as Eleições 2.020!

A FICO começa a sair do papel, depois que o projeto de concessões de ferrovias foi aprovado pelo Tribunal de Contas da União esta semana. Nossa cidade passa para o cenário nacional e centro das...