Água Boa - MT (99,7 FM)

Interativa Playlist Interativa Playlist
Interativa Playlist

Ouça Agora!

(66) 99652-7007

Querência - MT (97,9 FM)

- Interativa Playlist
-

Ouça Agora!

(66) 98438-0051

Ribeirão Cascalheira - MT (103,1 FM)



Ponte do Rio das Mortes e MT-326 asfaltada - veja histórico da luta da região

historia ponte 3ÁGUA BOA – A construção da Ponte do Rio das Mortes e o asfaltamento da MT-326 entre Nova Nazaré e Cocalinho tiveram fundamental participação da Rádio Interativa. Quando o jornalista Inácio Roberto transitou pela primeira vez pela rodovia do Calcário em 2.005, que na época era cheia de atoleiros e buracos, percebeu a necessidade de melhorias urgentes. Começava uma árdua luta.
VEJA VÍDEO - 


Além disso, foi na década de 2.000 que o plantio da soja avançou rapidamente nos municípios da região. Os produtores rurais aumentavam as áreas plantadas, o que demandava mais calcário produzido pelas mineradoras de Cocalinho. O transporte desse calcário é feito exclusivamente pela MT-326. historia ponte 1
O sofrimento dos transportadores de cargas era enorme para vencer os pouco mais de 90 quilômetros entre a BR-158 e as mineradoras na região do Rio das Mortes. Além das estradas empoeiradas e cheias de buraco, havia ainda o transbordo por balsa, que também era lento e perigoso.
Vários incidentes foram registrados no transporte por balsa. Em um episódio, dois caminhões acabaram dentro do rio das Mortes. Em 2.009, começou ampla mobilização liderada pela Rádio Interativa, em fomentar a discussão da necessidade do asfaltamento e construção das pontes na rodovia do Calcário.

historia ponte 2Na época, o Jornal Interativo (impresso) registrava a história, conforme as fotos mostram. Logo a empresária Neila Godinho que representava as mineradoras encampou a ideia, criando o Movimento Mais Araguaia. Foi assessorada pelo Dr. Paulo Diniz.

Na época, os calcários promoviam reparos tanto na rodovia quanto nas pontes que ficam no trajeto, incluindo as pontes dos rios Borecaia, Água Preta, Corixão e Corixinho. historia ponte 4

Neila e outros empresários, caminhoneiros, transportadores de cargas e agricultores abraçaram a ideia. Foram dezenas de reuniões nas cidades da região, para alavancar apoio e pressionar o governo do Estado a promover as melhorias necessárias.

Em seguida, veio a preocupação de que as obras para a Copa do Mundo 2.014 em Cuiabá tirassem o investimento do Araguaia, como de fato ocorreu. Tanto que o projeto foi postergado.

Lideranças de Canarana, Querência, Nova Xavantina, Ribeirão Cascalheira e Gaúcha do Norte imediatamente abraçaram a campanha em prol da MT-326. Essas cidades tinham interesse por causa do transporte do calcário e também pela proximidade com o oeste Goiano.

Em Canarana, Arno Kreutz, Arlindo e Luiz Cancian, Marilei ‘Nega’ Bier, Eliane Felten, Walter Farias, Marcos da Rosa, e outras lideranças da época foram fundamentais na divulgação da campanha. De Gaúcha do Norte, Neuri Winck e Nilson Alessio, entre outros.

historia ponte 5No começo, boa parcela da população da região não acreditava que um dia fosse construído o asfalto, muito menos as tão sonhadas pontes de concreto no trajeto. Porém, a força do trabalho e a persistência das lideranças motivaram o governo a iniciar planejamentos para mudar a infraestrutura do transporte no Médio Araguaia. Associações Comerciais e Sindicatos Rurais aderiram ao movimento de pressão sobre o governo. Nossa reportagem toda vez que recebia a visita de autoridades de Cuiabá ou Brasília, cobrava o asfaltamento da MT-326. Adesivos com a frase ‘Ponte Já!’ foram criados e distribuídos para a população da região.

Na época, o governador Blairo Maggi e seu vice, Silval Barbosa (que o sucedeu), receberam as comissões de empresários do Médio Araguaia. Porém, o projeto demorou para sair do papel assim como todas as demais conquistas do Araguaia. Hoje, cerca de 13 anos depois das primeiras notícias da Interativa sobre o assunto, a ponte do rio das Mortes está em vias de ser liberada para o trânsito. historia ponte 7

Também foram concluídas as pontes de concreto sobre os rios Borecaia, Água Preta, Corixão e Corixinho. Teve ainda o episódio da ponte sobre o Água Suja. A estrutura de madeira sempre apresentava problemas, por causa do trânsito pesado. Até que foi incendiada e com isso, a concretização de uma ponte nova. O próximo passo é concluir o asfalto da MT-326 ligando Nova Nazaré até o acesso da BR-158. Momentaneamente, o trânsito maior é pelo asfalto da MT-240 até Nova Nazaré.

Depois que virou projeto de governo, com a participação de produtores rurais, a pressão política do deputado Dr. Eugênio foi fundamental nos últimos 4 anos para que a obra da ponte do rio das Mortes recebesse prioridade do governo. Em breve, transitaremos pela ponte de mais de 480 metros de comprimento. A bela obra de arte vai se tornar em um cartão postal para a região.
VEJA LINKS COM MATÉRIAS DA ÉPOCA

https://www.noticiasinterativa.com.br/gerais/435-movimento-mais-araguaia-vai-radicalizar

https://www.noticiasinterativa.com.br/politica/356-movimento-mais-araguaia-nao-consegue-audiencia-com-governador

https://www.noticiasinterativa.com.br/politica/285-movimento-mais-araguaia-quer-audiencia-com-o-governador

https://www.noticiasinterativa.com.br/gerais/603-movimento--araguaia-quer-propostas-de-candidatos

https://www.noticiasinterativa.com.br/cidades/768-empresaria-neila-godinho-desabafa-sobre-situacao-de-rodovias-e-pontes
historia ponte 8historia ponte 9historia ponte 10

Veja mais notícias: