• Anuncie
  • Brasil Escolar
0
0
0
s2sdefault

PARIS - Um estudo realizado pelo Instituto do Câncer da França, divulgado nesta terça-feira (17), revela que implantes nos seios podem causar um tipo raro de tumor no sistema linfático. Em razão das conclusões dos especialistas, o governo francês estuda atualmente a proibição de próteses mamárias no país.

Os pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer (INC) da França revelaram a existência de uma nova doença, o "linfoma anaplásico de grandes células associado a um implante mamário (LAGC-AIM)" e propõe que esse tipo de câncer seja incluído na classificação de doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS). "Existe uma relação claramente estabelecida entre o surgimento dessa doença e o uso de um implante mamário", diz o relatório do instituto francês. "Esse tipo de câncer não foi diagnosticado em nenhuma mulher sem próteses nos seios."

Os oncologistas franceses estimam que o risco desse linfoma nas mulheres com implantes mamários é 200 vezes maior do que na população feminina em geral. Eles ressaltam, no entanto, que a frequência dessa complicação médica é muito baixa. Desde 2011, apenas 18 mulheres desenvolveram esse tipo de câncer na França (uma delas já morreu), segundo o INC.

Veja Também

Mais notícias relacionadas
  • 31 Dezembro 2019
  • Por Michele Soares

Com novo domínio, site de notícias da Interativa teve quase 1,5 mi de visitas em 2.019

  • 18 Dezembro 2019
  • Por Michele Soares

Oito pessoas foram detidas nos últimos dois dias por tráfico de drogas em Querência. Quatro são menores

  • 09 Janeiro 2020
  • Por Redação Interativa

Menores de 12 e 16 anos são detidos suspeitos de receptação

  • 02 Janeiro 2020
  • Por Michele Soares

Contas de luz: bandeira tarifária continuará amarela em janeiro