• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

NOVA NAZARÉ - A Prefeitura Municipal de Nova Nazaré, por seu Prefeito Municipal João Teodoro Filho, vem a público e a toda população, informar que o município encontra-se devidamente em dias no envio das informações referentes aos ano 2019 para o Sistema Aplic do Tribunal de Contas do Estado -TCE-MT.

A ferramenta é a única forma de envio mensal das informações sobre as receitas, despesas, dívidas e balanços. O não cumprimento dos prazos pode ocasionar em multas altas para os gestores. De acordo com o prefeito João Teodoro, a prestação de contas sempre foi uma preocupação de sua gestão. Quando assumiu o executivo municipal em 2017, as cargas já se encontravam-se em atraso desde dezembro de 2015 e de imediato foi realizada a licitação para contratação de uma empresa especializada na área contábil para locação de software e assessoramento à Administração Publica.

Joao Teodoro explicou que apesar de fornecer o sistema, quem alimenta os dados é a equipe técnica da prefeitura através da contabilidade, licitação, compras, dentre outros departamentos que trabalham diariamente e em conjunto, inclusive com o controle interno.tce

A equipe da prefeitura está empenhada juntamente com a Empresa Siga Araguaia no envio das informações das próximas cargas dentro do prazo estipulado pelo TCE-MT. O Contador do Município Sr. Antonielson Rodrigues, avalia que a interação entre as equipes e a atenção para as mudanças no sistema do Tribunal foram fundamentais para o cumprimento dos prazos, e lembra ainda das inúmeras forças tarefas realizadas pela equipe da Secretária de Finanças e da empresa Siga Araguaia, realizando trabalhos inclusive aos sábados e domingos.

Com as equipes técnicas alinhadas e trabalhando em conjunto, atentas para as constantes mudanças que o TCE efetua no layout do envio das prestação de contas, e que para 2020 já teremos grandes mudanças na forma de envio para, explicou, hoje ela é enviada de forma mensal e em uma única carga, e à partir de 2020 essa única carga deverá ser encaminhada de forma fracionada.

Essas alterações na plataforma do Aplic são algumas das principais dificuldades encontradas pelos gestores municipais, que precisam adequar seus sistemas às novas exigências em tempo hábil. Nos últimos anos, a Associação Mato-grossense dos Municípios sempre vem sendo parceira dos municípios mato-grossenses sempre solicitando a prorrogação do prazo de envio, que foi atendida por unanimidade dos conselheiros.

Entre as justificativas para a prorrogação, a AMM citou como motivos as mudanças realizadas no modelo de envio, as novas regras contábeis, a impossibilidade de encaminhamento das prestações de contas por meio físico e outros problemas enfrentados por diversos municípios. (Ascom)

Veja Também