Água Boa - MT,
Nem químico, nem biológico: novidade contra nematoides vem de um extrato vegetal

Nem químico, nem biológico: novidade contra nematoides vem de um extrato vegetal

A novidade de maior repercussão no Congresso Brasileiro de Nematologia (CBN 2023) foi a apresentação dos primeiros resultados obtidos pelo bioativador vegetal Organic Bloom no controle de nematoides. Trata-se de uma solução orgânica formulada pela Ingal Agrotecnologia à base de ácido fítico, extraído do farelo de arroz e aminoácidos oriundos da soja.
Por ser um produto natural, obtido 100% de fontes vegetais, o Organic Bloom é totalmente compatível com outras tecnologias e se ajusta a uma ampla faixa de pH, podendo ser adicionado junto à calda em aplicações. De acordo com a fabricante, o Organic Bloom ainda estimula a germinação, sendo compatível e sinérgico ao manejo biológico de culturas.
Além do efeito nematicida, esse bioativador vegetal solubiliza fósforo e protege de estresses bióticos e abióticos. “O Organic Bloom elevou sua posição no mercado agrícola desde que foi comprovada sua eficiência no laboratório e a campo em áreas experimentais”, afirmou a engenheira agrônoma Cristiane dos Reis, que é diretora de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Ingal Agrotecnologia.
Ela conduziu esses estudos junto com a engenheira agrônoma Tatiane Zambiasi, mestre em Nematologia e diretora da Agromax Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola, que é especializada em testes sobre manejo de nematoides. A pesquisa iniciou em Mato Grosso, mas houve ainda aplicações em lavouras comerciais em diversos outros estados.
Os resultados apontaram que o Organic Bloom é eficiente no manejo dos principais nematoides que comprometem a produtividade de soja, milho, feijão e algodão. O bioativador vegetal controlou os nematoides Meloidogyne incognitaMeloidogyne javanicaPratylenchus brachyurusHeterodera glycines e Rotylenchulus reniformis.
Tatiane Zambiasi afirmou que logo nos primeiros testes foi constatado que o Organic Bloom teve efeito sobre os nematoides. A partir daí, conta ela, começaram um processo de investigação do produto com vários testes em laboratório e em casa de vegetação, em condições controladas. Logo após também foram feitos testes a campo, em estação de pesquisa, para investigar todos os mecanismos de ação do produto.
“Descobrimos que o Organic Bloom tem uma ação muito eficiente sobre todos os principais nematoides – que causam prejuízos gigantescos em várias culturas no Brasil. Testamos sobre nematoides do cisto da soja, que é um grande problema no Brasil. Também aplicamos sobre nematoides de galhas e das lesões radiculares, em todos os resultados foram muito bons. Além disso, testamos sobre o nematoide reniforme (Rotylenchulus reniformis), que ataca a cultura do algodão, e também houve um ótimo controle”, aponta a especialista.
De acordo com ela, para cada teste feito eram descobertos diferentes mecanismos de ação, mas sempre com ótimo controle da praga. “Outros pesquisadores também fizeram testes – e todos eles constataram o mesmo sucesso. Por isso, aceitamos o convite da Ingal Agrotecnologia para apresentar nossa experiência no Congresso Brasileiro de Nematologia, porque o Organic Bloom é um produto diferenciado, ele não é químico e nem biológico, diferente de tudo que há no mercado”, explica.
Além de soja, milho, algodão e feijão, existem trabalhos também com mandioca e até com culturas de inverno no Sul do Brasil. A Ingal Agrotecnologia revelou ainda uma nova pesquisa, dessa vez a cargo da doutora em Fitopatologia/Nematologia Claudia Dias Arieira. A pesquisadora da Universidade Estadual de Maringá comprovou que o Organic Bloom induz resistência na soja aos nematoides Pratylenchus brachyurus e Meloidogyne javanica. Esse trabalho será apresentado na cidade do Cairo, capital do Egito, neste mês de setembro, durante a 53ª Reunião Anual da ONTA (Organização de Nematologistas da América Tropical).
O Organic Bloom foi desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e conta com o selo IBD de Certificação Internacional de Produto Orgânico. A Ingal Agrotecnologia foi fundada por Fernando Caetano, e tem Nelson Borges como líder comercial na região do Cerrado brasileiro.
O CBN 2023, realizado de 21 a 24 de agosto, em Cuiabá-MT, teve o tema “Nematologia para o futuro: sustentabilidade e tecnologia”. O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Nematologia e realizado pelo Grupo Regional de Estudos em Nematologia de Mato Grosso (Gren-MT). (Ascom)

Confira Mais Notícias