Água Boa - MT,
CNA pede socorro ao governo em favor dos pecuaristas que amargam prejuízos

CNA pede socorro ao governo em favor dos pecuaristas que amargam prejuízos

BRASÍLIA - A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) pediu ao Ministério da Agricultura medidas emergenciais para socorrer os pecuaristas, em virtude da queda brusca de preços do leite e carne.
A informação é da entidade em nota. Entre as ações, todas voltadas ao crédito, a CNA reivindica a criação de linhas emergenciais de crédito rural e a prorrogação de operações de custeio e investimento de operações de financiamento para pecuaristas prejudicados pela queda das cotações.
O documento assinado pelo presidente da CNA, João Martins, foi endereçado ao ministro da Agricultura, Carlos Favaro. Nele, Martins justifica o pedido em virtude das “quedas abruptas que vêm ocorrendo no mercado das proteínas animais”.
Segundo a CNA, as cotações da arroba do boi gordo apresentam recuo expressivo em 2023, como, por exemplo, a queda de 34,1% do preço do boi gordo em São Paulo em um ano, na base setembro. “A queda nas margens do setor chegam a 41% no período, já que os preços retornaram aos patamares de 2020, diz o documento da CNA.
Em relação ao leite, os preços caíram 27%, retornando ao patamar de um ano atrás. (CNA - Canal Rural - Inácio Roberto)

Confira Mais Notícias