Água Boa - MT,
CTECNO Araguaia mostra resultados de pesquisas de mais de 20 variedades de soja em solos siltosos

CTECNO Araguaia mostra resultados de pesquisas de mais de 20 variedades de soja em solos siltosos

Atualizado 01 fev 2023

CANARANA - Produtores rurais, espalhados por todas as regiões de Mato Grosso, marcaram presença no CTECNO Araguaia, da Aprosoja-MT, para conhecer os resultados de pesquisas em solos siltosos,que é marcado pela transição entre o solo argiloso e o arenoso. Segundo o diretor administrativo da entidade, Diego Bertuol, mais de 20 variedades de soja tiveram seus manejos analisados durante a visita técnica dos agricultores.

O evento ocorreu na manhã desta quinta-feira, 1º de fevereiro, na Fazenda Nossa Senhora Aparecida, localizada entre os municípios de Água Boa e Canarana.

Segundo o vice-presidente da Aprosoja-MT, Luiz Pedro Bier, a visita técnica dos produtores é de suma importância, pois atualmente, os agricultores contam com poucas pesquisas sobre solos siltosos à sua disposição. Ao analisar este tipo de solo, a entidade mato-grossense se torna pioneira e contribui para o desenvolvimento da agricultura.

“A iniciativa da Aprosoja-MT é inovadora, justamente por ter esta pesquisa à disposição e ter o feeling de começar a pesquisar em solos que são pouco conhecidos. O CTECNO proporciona uma bela oportunidade neste dia de campo para o produtor ver as tecnologias, ver os resultados e poder incrementar isso na sua lavoura, ajudando na produtividade da sua própria lavoura”, disse.

Já o vice-presidente Leste da Aprosoja-MT, Diego Dall’Asta, explicou as dificuldades que os produtores enfrentam com o manejo em solos siltosos. Dall’Asta também mostrou de que forma as pesquisas do CTECNO podem ser colocadas em prática pelos produtores dentro do campo.

“Quando está seco, o solo siltoso racha. Já quando tem muita umidade, ele fica pastoso e tem a dificuldade no plantio de estabelecer uma semeadura de boa qualidade. Então, o CTECNO vem trazer ferramentas para o produtor levar no seu dia a dia, na sua propriedade para estabelecer uma cultura de soja bem tecnificada, com maior produtividade”, pontuou.

“Está sendo pesquisado todo um leque que vai ajudar o produtor, desde adubação, correção, perfil de solo, híbridos e variedade de soja. Então, o evento municia o produtor rural a tomar as melhores decisões e produzir com mais sustentabilidade dentro da sua propriedade, onde tem solos siltosos” encerrou.

Sete especialistas na área de solos, mostraram aos agricultores quais foram os resultados das pesquisas. Entre eles estavam André Somavilla, André Vitti, Daniela Facco, Isley Bicalho, Leandro Zancanaro, Rodrigo Knevitz e Taimon Semler. (AScom)

=======================

soja 3

CANARANA - A Aprosoja-MT promove o CTECNO Araguaia nesta quinta-feira (1º.02), em Canarana. Na safra de soja que promete ter quebra de 21% em relação à safra passada, segundo pesquisa da entidade, os agricultores devem manter seus olhos atentos aos resultados do manejo de cultivares da oleaginosa em solo siltosos.

Segundo o delegado do núcleo da Aprosoja-MT de Canarana, Rafael Siqueira, diversos produtores devem comparecer ao CTECNO, para entender o comportamento da soja em solos siltosos e levar o conhecimento para a prática em suas propriedades.

“O pessoal está animado, apesar da diversidade deste ano, os produtores querem visitar, dar uma olhada na vitrine de materiais, com o que está sendo feito com as novas pesquisas daqui e principalmente entender qual é o futuro das pesquisas para esta região”, pontuou.

“Existem várias dúvidas que o produtor tem, por exemplo: a parte de potássio, época de aplicação, que muitos produtores aplicam no plantio ou até pré-plantio, existe aplicação de 30, 10, 30, 40 dias após e sempre fica essa dúvida da real eficiência. A estação de pesquisa da Aprosoja-MT já vem mostrando pesquisas a longo prazo dessas diferenças e tendo essa pesquisa na nossa região, dá mais confiança para o produtor tomar a decisão e levar para casa uma certeza maior da operação que está fazendo”, encerrou.

Para o coordenador da Comissão de Defesa Agrícola da Aprosoja-MT, Franklin Vaz, os produtores ainda têm poucas informações sobre como proceder com o manejo de soja em solos siltosos. No entanto, o CTECNO Araguaia vem para auxiliar os agricultores com pesquisas, para que a produtividade da oleaginosa de cada um deles seja cada vez mais elevada.

“Os manejos que são praticados no CTECNO Araguaia, e estão se iniciando, são para que os produtores possam alavancar e maximizar a sua produtividade em solos siltosos, que se formos pesquisar na literatura sobre ele, tem muito pouco resultado no campo de busca, com poucas pesquisas e com o CTECNO, os agricultores terão mais informações à disposição”, afirmou.

Para participar do CTECNO, o produtor deve acessar este link. A inscrição para o evento é gratuita.

(Fonte: Daniel Guimarães ASCOM)

Confira Mais Notícias