Água Boa - MT,
Núcleo da Aprosoja-MT aposta em bom relacionamento com produtores para desenvolvimento do agro

Núcleo da Aprosoja-MT aposta em bom relacionamento com produtores para desenvolvimento do agro

ÁGUA BOA - Os milhares de produtores de soja e milho espalhados por Mato Grosso são grandes responsáveis por alavancar o agronegócio no Estado. Dos diversos agricultores mato-grossenses, mais de 8.300 (mil) estão associados à Aprosoja-MT. Para dar auxílio a cada um deles, a entidade agrícola conta com 29 núcleos espalhados pelo Estado. Um deles é o de Água Boa, localizado na região leste do Estado.

 O núcleo de Água Boa, assim como os demais, têm sua base estabelecida no Sindicato Rural do município. No local, os delegados recebem demandas de 316 produtores associados, que necessitam de apoio da Aprosoja-MT.

 No núcleo de Água Boa, três produtores compõem o quadro de delegados da Aprosoja-MT, sendo eles o delegado coordenador Altair Kolln (um dos cofundadores da Associação) Juliano Marchioretto e Bruna Freiberg. Os delegados são responsáveis por representar todos os agricultores do núcleo.

 Segundo Altair, o núcleo está sempre em busca de um bom relacionamento com os produtores para identificar quais são as necessidades dos agricultores, a fim de que elas sejam atendidas, visando melhorias no setor agrícola do município.

 “O relacionamento de delegados e produtores do núcleo é fundamental e ele nada mais é do que a troca de informações, de experiências ou buscar no agricultor, com essa interação e alguns feedbacks, as necessidades ou os sonhos que o agricultor espera ter, sendo sócio da Aprosoja-MT”, disse.

 Para que esse relacionamento entre delegados e produtores se torne cada vez mais próximo, os agricultores se reúnem todos os meses, para expor suas ideias e analisar as pautas sugeridas por todos. Além disso, momentos de descontração, segundo Altair, são essenciais para que o agricultor possa contar da melhor maneira possível qual a real situação vivida no momento, para que se preciso, o núcleo intervenha por meio de algum auxílio.

 “É importante, é vital essa interação com os produtores do núcleo, que se não tiver interação, se não tiver essa troca de informações, o núcleo é obsoleto [...] Vamos tentar nos aproximar com uma conversa saudável, tomando um cafezinho da manhã, aí a gente vai trocando umas ideias, tomando um chimarrãozinho, trocando ideias bem descontraídas e são nesses momentos que acontecem as boas ideias, que elas se afloram ou então o agricultor começa a desabafar e expor a sua necessidade”, afirmou.

 PRODUÇÃO DE SOJA E MILHO

Os produtores de Água Boa são conhecidos por produzirem soja e milho de maneira expressiva. Na safra passada (22/23), segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a cidade foi responsável pela produção de aproximadamente 712 mil toneladas da oleaginosa.

Na safra de milho, o município também produziu em larga escala. A produção do cereal na cidade foi de aproximadamente 608 mil de toneladas. Fonte: Daniel Guimarães (Ascom)

Confira Mais Notícias