Água Boa - MT,

Cesta básica: preços oscilam entre - 7% a +10% em 30 dias

Atualizada dia 14 fev 24

PreçoAlimentos fev 24 NOVO
ÁGUA BOA - 
Nos últimos 30 dias, os preços de alguns produtos básicos continuam apresentando oscilações.

O litro do leite mais barato caiu de R$ 4,99 para R$ 4,69. Uma queda de 6% em um mês. O óleo de soja também teve queda. Custava R$ 5,39 no mês passado, e hoje custa R$ 4,97. Uma queda de 7,79%. A carne moída está custando R$ 15,99 hoje, contra R$ 16,90 do mês passado, uma queda de 5,38% em 30 dias.

O arroz, que custava R$ 26,99 no mês passado, hoje está custando R$ 24,99, uma queda de 7,41% em um mês. O feijão, que custava R$ 5,49 no mês passado, hoje custa R$ 5,99. Aumentou 9.11% em um mês.

A dúzia de ovos, que valia R$ 7,25 no mês passado, hoje está custando R$ 7,99, um aumento de 10,21%. O preço do pão continua no mesmo dos últimos 3 meses: R$ 13,99.

Entre os três mercados pesquisados, ainda há diferença de preço, o que exige pesquisa por parte do consumidor que deseja comprar mais barato. Se o consumidor optar por comprar no mercado A. O total gasto será de R$ 138,50. Se optar pelo mercado B, o total gasto será de R$ 110,92. No mercado C, o total será de R$ 121,93.

No entanto, se o consumidor fizer uma pesquisa e optar por comprar os itens onde estiver mais barato, o total pago será de R$ 107,60

======================
Atualizada dia 03 jan 24

PreçoAlimentos jan 20234

ÁGUA BOA - Nos últimos 30 dias, os preços de alguns produtos básicos continuam apresentando oscilações.

O litro do leite mais barato subiu de R$ 3,99 para R$ 4,99, um aumento de 25.06% em um mês. O óleo de soja segue em aumento. Custava R$ 5,19 no mês passado, e hoje custa R$ 5,39. Um aumento de 3.85%. A carne moída está custando R$ 16,90 hoje, contra R$ 16,99 do mês passado, uma queda de 0.53% em 30 dias.

O arroz, que custava R$ 23,99 no mês passado, hoje está custando R$ 26,99, um aumento de 12.51% em um mês. O feijão, que custava R$ 4,39 no mês passado, hoje custa R$ 5,49. Aumentou 25.06% em um mês.

A dúzia de ovos, que valia R$ 7,80 no mês passado, hoje está custando R$ 7,25, uma queda de 7.05%. O preço do pão continua no mesmo dos últimos 2 meses: R$ 13,99.

Entre os três mercados pesquisados, ainda há diferença de preço, o que exige pesquisa por parte do consumidor que deseja comprar mais barato. Se o consumidor optar por comprar no mercado A. O total gasto será de R$ 119,51. Se optar pelo mercado B, o total gasto será de R$ 115,42. No mercado C, o total será de R$ 123,23.

No entanto, se o consumidor fizer uma pesquisa e optar por comprar os itens onde estiver mais barato, o total pago será de R$ 113,73.


========================
Atualizada dia 01 dez 23 

ÁGUA BOA - Nos últimos 30 dias, os preços de alguns produtos básicos apresentaram oscilações.alimentos 01 dez

O litro do leite mais barato caiu para R$ 3,99, uma queda de 20,04% em um mês. O óleo de soja, que custava R$ 4,99 no mês passado, hoje custa R$ 5,19, um aumento de 4,01%. A carne moída está custando R$ 16,99 hoje, contra R$ 16,90 do mês passado, um aumento de 0,53% em 30 dias.

O arroz, que custava R$ 24,99 no mês passado, hoje está custando R$ 23,99, uma queda de 4% em um mês. O feijão custava R$ 4,69 no mês passado e hoje, R$ 4,39 hoje, uma queda de 6,40%.

A dúzia de ovos, que valia R$ 10,99 no mês passado, hoje está custando R$ 7,80, uma queda de 29,03%. O preço do pão permaneceu o mesmo do mês passado: R$ 13,99.

Entre os três mercados pesquisados, ainda há diferença de preço, o que exige pesquisa por parte do consumidor que deseja comprar mais barato.

Se o consumidor optar por comprar no mercado A, o total gasto será de R$ 94,89 (valor da carne moída não incluído, apenas mercado A). Se optar pelo mercado B, o total gasto será de R$ 119,32. No mercado C, o total será de R$ 113,13.

No entanto, se o consumidor fizer uma pesquisa e optar por comprar os itens onde estiver mais barato, o total pago será de R$ 109,23.

===================
Atualizada 31 out 23

ÁGUA BOA – Os preços de alguns produtos básicos seguem com oscilação nos últimos 30 dias.
O litro do leite mais barato caiu para R$ 4,99. A queda é de 7,42% em um mês.
Hoje o preço retornou ao patamar de novembro do ano passado.
O óleo de soja que custava R$ 4,80 no mês passado, hoje custa R$ 4,99. O aumento é de 3,96% em um mês.
Comparando com novembro do ano passado, quando estava R$ 6,99, hoje o produto está 28,6% mais barato.
A carne moída custa hoje R$ 16,90, contra R$ 19,99 do mês passado. Caiu 15,4% em 30 dias.
Em novembro do ano passado, a carne moída valia R$ 19,99. Representa queda de 15% em um ano.
O arroz aumentou 4% em 30 dias. Subiu de 23,99 para 24,99. Aumento de 4,1%.
Em novembro do ano passado, o arroz custava R$ 14,45. Mostra aumento de 72,9% em 12 meses.
O feijão fez o caminho contrário. Baixou de R$ 6,49 para R4 4,69 em 30 dias. A queda é de 27,7%.
Em novembro do ano passado, o feijão valia R$ 5,49. Mostra queda de 14,5% em 12 meses.
A dúzia de ovos vale hoje R$ 10,99 contra 8,29 do mês passado. Demonstra aumento de 32,5%.
Comparando com os R$ 18,90 de novembro do ano passado, hoje, os ovos estão 41,8% mais baratos.
O pão permaneceu no mesmo preço do mês passado: R$ 13,99. Em novembro do ano passado, o quilo do pão valia R$ 11,99. Mostra aumento de 16,6% no período pesquisado.
Entre os 3 mercados pesquisados, ainda existe diferença de preço, o que exige pesquisa por parte do consumidor que quer comprar mais barato.


==============================================

Atualizada dia 12 Set 2023

TABELA PREÇOS MERCADO 12 09ÁGUA BOA – Os preços de alguns produtos básicos seguem com oscilação.
O litro do leite mais barato hoje custa R$ 5,39. Em novembro do ano passado, valia R$ 5,49. A queda é de 2% em 10 meses.
O óleo de soja que custava R$ 6,99 ano passado, hoje custa R$ 4,80. A queda é de 31%.
A carne moída não teve alteração de preço, mas tem diferença de R$ 5,00 entre os mercados pesquisados. O coxão mole também não mudou de preço.
O arroz foi o artigo da cesta básica que mais aumentou no período pesquisado. O aumento é de 66%. Custava R$ 14,45 em novembro do ano passado, e hoje custa R$ 23,99.
O feijão também aumentou. Custava R$ 5,49 e agora não sai por menos de R$ 6,49. O aumento é de 18,2%.
O pão também teve aumento. Custava R$ 11,99 e agora sai por R$ 13,99. Mostra aumento de 16,6%.
Entre os 3 mercados pesquisados, ainda existe diferença de preço, o que exige pesquisa por parte do consumidor.

============================================

 TABELA 28 11ÁGUA BOA – Os preços de alguns produtos básicos seguem com oscilação.
O litro de leite mais barato chegou a R$ 5,95 na pesquisa dessa semana. Custava R$ 4,99 a 60 dias. O aumento é de 20% no período.
O óleo de soja caiu apenas 10 centavos, de R$ 6,99 para R$ 6,89.
A carne moída está no mesmo valor, mas tem grande diferença entre os mercados pesquisados. Custa R$ 19,99 o quilo.
O coxão mole também está custando o mesmo valor de 60 dias atrás: R$ 34,99.
O arroz teve queda no intervalo pesquisado. Caiu de R$ 14,45 para R$ 13,99. A queda é de 3,2%.
O feijão está mais caro. Custava R$ 5,49 em setembro e subiu para R$ 5,99. O aumento é de 9% em dois meses.
O pão segue com preço estável. Porém, todos os artigos têm enorme diferença entre os mercados pesquisados. Isso indica a necessidade de fazer pesquisa para comprar mais barato.

=======================
Atualizada dia 22 set 2022

Preco dos Alimentos 22 setÁGUA BOA – A deflação é uma realidade também em Água Boa. Os preços estão caindo lentamente.
Nos últimos 30 dias, o preço do leite caiu de R$ 6,19 para R$ 5,95. A queda é de 3,8%. Porém, entre os 3 mercados pesquisados pela nossa reportagem, a diferença no litro do leite chega a R$ 1,50.
Já o óleo de soja caiu de R$ 8,00 para R$ 6,89. A queda em um mês é de 15%, voltando ao patamar do preço praticado em agosto do ano passado. Entre os mercados pesquisados hoje a diferença é de centavos.
A carne moída segue com preço estável nesse ano. Mas o aumento em relação a 12 meses atrás é de 65%.
O Coxão mole também segue no mesmo preço nos últimos 30 dias. Comparando com agosto do ano passado, o aumento é de 18,5%. Entre os mercados pesquisados hoje, a diferença é de R$ 5,00 no quilo do produto.
O arroz apresentou redução de R$ 1,00 no pacote de 5 quilos. Significa queda de 6,5%, mesma queda quando comparado com o preço praticado em agosto do ano passado.
O feijão manteve seu preço estável nos últimos 30 dias, mas tem pequeno aumento se comparado ao valor de agosto do ano passado: 18%.
O preço dos ovos tem grande diferença entre os mercados pesquisados, de R$ 8,49 a R$ 18,99. Por isso, vale a pena pesquisar.
O pão manteve o mesmo preço de 30 dias atrás, com diferença de R$ 3,00 entre os estabelecimentos pesquisados.

=====================================================================
Atualizada dia 08 ago 2022

Oleo de soja Ivair AlvesÁGUA BOA – Os preços do óleo de soja merecem pesquisa por parte do consumidor água-boense.
Principalmente pela diferença entre os estabelecimentos.
Nossa reportagem fez pesquisa em 3 estabelecimentos, e a diferença na unidade do óleo de soja chega a ser de quase R$ 7,00.
O mais barato é encontrado a R$ 7,50. O mais caro custa R$ 13,95. A diferença é enorme.
Isso exige pesquisa por parte do consumidor.

==============================
Atualizada 14 julho 2022

Precos de alimentos continuam assustando grande diferenca entre mercados pesquisadosÁGUA BOA – Nossa reportagem efetuou pesquisa de preços em alguns supermercados da cidade. Descobrimos que existe grande diferença de preços, e por isso, o consumidor precisa pesquisar antes de comprar. Em alguns artigos, a diferença chega a ser de R$ 5,00. A carne moída fica entre R$ 19,00 e R$ 24,00 o quilo. O coxão mole aumentou R$ 2,00 em apenas 60 dias, e hoje custa entre R$ 35,00 e R$ 40,00 o quilo. O feijão apresenta diferença de até R$ 3,00 entre os mercados pesquisados. Custa entre R$ 5,89 e R$ 8,50.
O pacote de 5kg de arroz que custava R$ 30,00 no ano passado, hoje vale R$ 15,00 em média.
O óleo de soja apresentou redução de até 2,00 em 60 dias, custando entre R$ 8,00 e R$ 9,50.
O leite em pó teve aumento de 50% em poucos meses. Custava R$ 10,00 e hoje está na faixa dos R$ 15,00.
O litro do leite tem diferença de até R$ 1,80 entre os mercados pesquisados. Custa entre R$ 6,19 e R$ 8,00.

==============================
Atualizada 13 maio 2022

carneÁGUA BOA – Nossa reportagem efetuou pesquisa de preços em alguns supermercados da cidade. Descobrimos que existe grande diferença de preços, e por isso, o consumidor precisa pesquisar antes de comprar.

Em alguns artigos, a diferença chega a ser de R$ 10,00.

A carne moída valia ano passado R$ 17,00 e hoje, não sai por menos de R$ 19,00. Aumento de 12% em menos de um ano.

O coxão mole subiu de R$ 22,00 para R$ 33,90. Majoração de 54%.

O feijão mais caro vale hoje R$ 8,00, aumento de 50 centavos em dois meses.

O pacote de 5kg de arroz que custava R$ 30,00 no ano passado, hoje vale R$ 16,00.

O óleo de soja aumentou R$ 2,00 em dois meses. Hoje custa R$ 10,00. Praticamente todos os produtos de supermercado tiveram aumentos de janeiro para cá.
O leite em pó teve aumento de 30% em poucos meses.

============================
Atualizada - 17/FEV/2022 - às 11h20 - Carne aumentou 54%

GRAFICOALIMENTOS222ÁGUA BOA – Nossa reportagem efetuou pesquisa de preços de alguns produtos básicos em supermercados da cidade.

Descobrimos que existe grande diferença de preços, e por isso, o consumidor precisa pesquisar antes de comprar.

Em alguns artigos, a diferença chega a ser superior a R$ 10,00.

A carne moída valia ano passado R$ 17,00 e agora subiu para R$19,90. Aumento de 17%.

O coxão mole subiu de R$ 22,00 para R$ 33,90. Majoração de 54%. O feijão teve queda de preço em poucos meses. Custava R$ 7,50 o quilo no ano passado e hoje vale R$ 4,90.

Queda de 35%. Já o arroz também teve queda acentuada.

Custava R$ 30,00 em 2.021 e hoje, o pacote de 5kg vale R$ 15,00. Queda foi de 50%.

O óleo de soja se mantem com preço estável.

==============================

Atualizada dia 24 agosto 

prato arroz e feijaoÁGUA BOA – Os preços de alguns produtos básicos na mesa do trabalhador continuam em alta.

O quilo da carne moída varia de R$ 12,00 a R$ 25,00.

O coxão mole que em janeiro valia R$ 22,00, hoje não sai por menos de R$ 29,50. Significa um aumento de 34% de janeiro para cá.

Para comprar mais barato o consumidor precisa pesquisar.

O óleo de soja que em janeiro valia R$ 8,00 caiu para R$ 6,80. A queda foi de 15%.

O arroz também apresenta uma grande diferença de preço tanto entre os mercados pesquisados, quanto entre as várias marcas.

Os preços variam de R$ 15,00 a R$ 30,00.

Já o quilo do feijão oscila entre R$ 5,00 e R$ 12,99. Em 2.016, o feijão chegou aos R$ 11,00 em nossa cidade.

Nos últimos 12 meses, o arroz e o feijão, prato predileto do brasileiro, subiu cerca de 60%.

Veja reportagem.

 

=======================

Atualizada 17 março

 

ÁGUA BOA – Os preços das carnes nos açougues seguem em tendência de alta, refletindo o alto valor da arroba do boi gordo. Esta semana, a arroba do boi gordo chegou a R$ 285,00.

Com isso, o coxão mole subiu de 22,00 para 35,00. Em poucos meses, o aumento é de 50%. A carne moída subiu de R$ 17,00 para 21,00 o quilo. Aumento de 23% em poucos meses.

O óleo de soja que chegou a R$ 8,00 teve queda de 50 centavos ou 6,8%. O arroz segue com preços em alta, entre R$ 20,00 e R$ 30,00 pelo pacote de 5kg. O aumento é de 100% em um ano.

O feijão oscila entre R$ 6,00 e R$ 9,00. A inflação no ano passado fechou na casa dos 5%. Em 2.016, o feijão chegou aos R$ 11,00 em nossa cidade.

Os aumentos seguidos dos combustíveis também influenciam nos demais produtos.

Com a proximidade da Páscoa, outro produto procurado é o ovo de chocolate. Os preços variam a partir dos R$ 35,00 chegando a mais de R$ 200,00 a peça.

 

============================

Publicado em janeiro 2.021
produtosÁGUA BOA – Os preços da carne nos açougues da cidade seguem em alta, acompanhando uma tendência de reflexo do valor da arroba do boi gordo.

Em poucos meses, os preços das carnes aumentaram acima dos 30%, já que o pecuarista recebe hoje, acima de 250,00 pela arroba do boi.

Não há previsão para a mudança de quadro. Atualmente, a carne moída em açougues da cidade vale na faixa dos R$ 17,00. O coxão mole está em R$ 22,00 em média.

Já o óleo de soja também segue com valor em alta, perto dos R$ 8,00. O aumento foi superior a 100% em poucos meses.

Feijão e arroz, prato principal da culinária também está ardendo no bolso do trabalhador. O arroz aumentou assustadoramente, chegando até a R$ 30,00 o pacote de 5 quilos.

Já o feijão chega a R$ 7,50 o quilo. Aumento de mais de 15% em poucos meses, mas bem abaixo dos R$ 11,00 apontados em 2.016 na cidade.

 

============================================================================================

 Outubro 2020

carneÁGUA BOA - O preço médio da carne bovina ficou 24% mais caro em um ano.

A informação é de gerentes de supermercados da cidade. A média de preços de cortes bovinos (patinho, coxão duro e coxão mole) era de R$ 20,56 de janeiro a julho de 2019.

No mesmo período deste ano, a média de preços chegou aos R$ 25,37 em alguns supermercados. A variação de preços indica a necessidade de o consumidor fazer pesquisa de mercado.

A arroba do boi gordo aumentou ao produtor rural, ficando acima dos R$ 230,00 nos últimos meses. Esse valor acaba sendo repassado ao consumidor final.

Portanto, hoje o churrasco ficou mais 'salgado' por conta do preço. Muitas famílias migraram para a carne de frango, ao menos duas vezes por semana, para contrabalançar o orçamento doméstico.

Enquanto isso, o governo diz que a inflação fica abaixo dos 4% em 2.020. O trabalhador é quem sente onde mais aumentou o preço.

Confira Mais Notícias