Água Boa - MT,
Podcast da ACEAB sobre a FICO

Podcast da ACEAB sobre a FICO

Sem títuloÁGUA BOA – A ACEAB promoveu ontem à noite uma transmissão em seu canal do Youtube. Participaram como convidados a deputada federal Juliana Kolankiewicz, Luciano Almada da FICO e José Geraldo do Ministério da Infraestrutura.

O licenciamento ambiental apesar de preocupar a população em geral, está sendo providenciado pela Vale em parceria com a Funai. A informação é de Luciano Almada da Fico. Ele disse que as obras da fundação da ponte ferroviária sobre o Rio Araguaia devem começar ainda esse ano.

Segundo ele, o trem pode transportar de 80 a 100 toneladas por vagão. Cada vagão substitui 3 carretas. A operação da FICO prevê que cada trem terá cerca de 80 vagões. Seriam 240 carretas a menos no transporte de cargas por dia na região.

Luciano adiantou que a construção da FICO vai gerar emprego e renda, apesar das deficiências nesse setor. Por estar dividida em 11 pacotes, em média, cada pacote demanda cerca de mil pessoas trabalhando, principalmente em máquinas pesadas.

Pedra e areia são os principais produtos consumidos na construção da FICO, dependendo do fornecimento junto ao mercado local e regional. Além disso, o fornecimento de alimentos aos trabalhadores empenhados no trecho de obras é fundamental. Isso impactará positivamente a economia da região.

Luciano anunciou ainda que na divisa entre Agua Boa e nova Nazaré, onde a FICO cruzará com a MT-240, isso será com a construção de viaduto, com os trilhos passando sobre a rodovia.

José Geraldo do Ministério da Infraestrutura informou que a previsão inicial é de que até maio de 2027 os trilhos estejam chegando em Cocalinho (239km). A segunda etapa deve ser concluída em abril de 2028 quando os trilhos chegam em Água Boa. Total da extensão da FICO será de 364km.

A futura concessão da ferrovia será feita por meio de edital para quem ofertar o maior valor. Caberá à Agência Nacional dos Transportes Terrestres e ao MInfra fiscalizar essas operações no futuro.

Juliana Kolankiewicz afirmou que está de olho em todas as questões que visam ao desenvolvimento do Araguaia durante seu curto período de 4 meses na Câmara dos Deputados. Na presente semana, Juliana participará de encontros em Brasília, tratando sobre o futuro da logística de transporte para o Araguaia. Juliana também afirmou estar preocupada com os preparativos para a vinda da ferrovia, a partir de um plano de mobilidade urbana, e plano diretor urbano. Também há investimentos em cursos de formação de mão de obra.

O evento foi coordenado pela presidente da Aceab, Miriam Bernieri, e por Eliane Cassiano.

Confira Mais Notícias