Água Boa - MT,

Duas crianças assassinadas em AB: mãe é presa pela PM em Gaúcha do Norte

Atualizada dia 05 dez 23 

gaucha prisaoGAÚCHA DO NORTE - Foi cumprido hoje (5/122/23) Mandado de Prisão de uma mulher condenada a 48 anos de prisão por matar os próprios filhos.

O crime ocorreu em 4 de julho de 2012 na casa da família, no centro da cidade de Água Boa. Na época, o crime chocou a sociedade.

Primeiro, a mulher disse que pessoas entraram, em sua casa e estrangularam os dois filhos dela.

A PM de Gaúcha do Norte recebeu informação anônima de que essa mulher foi vista naquela cidade. Após abordagem e checagem hoje, a suspeita foi presa e encaminhada para o Núcleo da PM, onde foi feito o registro do BO. Agora, ela fica à disposição da Justiça.

ÁGUA BOA - Lucilei Sousa dos Santos foi presa logo após o crime em 2012, depois que a polícia juntou provas sobre o caso. Os filhos dela tinham na época, 5 anos e 1 ano e meio.

Ela passou quase 3 anos presa na Penitenciária Feminina da capital, até engravidar e ser libertada por decisão do Tribunal de Justiça do Estado. Em 10 de novembro de 2022, 10 anos após o crime, ela enfrentou júri popular.

Os jurados entenderam em condenar a ré a uma pena de 24 anos de prisão pela morte de cada filho, totalizando uma pena de 48 anos. Porém, havia recurso da defesa tramitando em instância superior. Com a decisão contrária á ré, finalmente foi expedido Mandado de Prisão contra Lucilei, que hoje tem 42 anos.

Cerca de 11 anos após a morte das duas crianças, Lucilei foi presa. Porém, ainda cabe recurso.

ABAIXO TODOS OS DETALHES
https://noticiasinterativa.com.br/noticias/justica/6336-tj-mt-liberta-mae-suspeita-de-matar-filhos

================== 
Atualizada dia 11 nov 22 
Duas crianças assassinadas: Dr Luis fala sobre o caso 

 img120ÁGUA BOA - O promotor de Justiça Dr. Luis Alexandre Lentisco informa que Lucilei Sousa dos Santos, condenada a 48 anos de prisão, aguardará em liberdade ao trânsito em julgado da sentença da Comarca local.
Além disso, cabe recurso, e por isso, Lucilei pode ainda aguardar em liberdade até o julgamento do suposto recurso em instância superior.
A sentença foi proferida ontem após o Tribunal do Júri acatar a tese do Ministério Público baseado em provas nos autos.
Lucilei foi condenada a 24 anos de prisão pela morte de cada um dos filhos dela.
Veja vídeo - 

==============================
Atualizada dia 10 nov 22 - 18h 30min=

ÁGUA BOA - Foi condenada pelo Tribunal do Júri Popular da comarca, a ré Lucilei Sousa dos Santos. Ela é acusada de matar por estrangulamento seus dois filhos, um de 5 anos e outro de um ano e meio.justica mt
Os crimes aconteceram na madrugada do dia 4 de julho de 2012, em uma casa onde a família morava, no centro da cidade. Na época, a mulher afirmava que alguém entrou na casa e estrangulou as duas crianças, fugindo em seguida.

A Polícia Civil indiciou ela pelas mortes das crianças. A Promotoria de Justiça de Água Boa, ofereceu denúncia contra a dona de casa Lucilei Sousa dos Santos por homicídio qualificado praticado contra seus dois filhos.
Na denúncia, o MP também requereu a decretação da prisão preventiva da denunciada. Lucilei passou quase 3 anos presa na Penitenciária Feminina de Cuiabá. De acordo com o MP, os crimes foram cometidos por motivo torpe, meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesas das vítimas.
Em fevereiro de 2.015, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso acolheu pedido da Defensoria Pública, emitindo habeas corpus para a suspeita, em função dela estar grávida na época.
Mais de 10 anos após o crime, Lucilei finalmente passou por júri popular. Os trabalhos começaram hoje às 8h.e terminaram no final da tarde.
Lucilei foi condenada a 48 anos de prisão. Cabe recurso.
A ré não compareceu, pois mora em Gaúcha do Norte. Ela prestou depoimento via internet e acompanhou a sessão da mesma forma.
O promotor Dr. Luis pediu a condenação dela. Já o defensor público apresentou a tese de negativa de autoria.

=====================
Atualizada dia 06 nov 2022 

ÁGUA BOA - No dia 10 de novembro, será realizado o júri popular de Lucilei Sousa dos Santos. Ela é acusada de matar por estrangulamento seus dois filhos, um de 5 anos e outro de um ano e meio.
Os crimes aconteceram na madrugada do dia 4 de julho de 2012, em uma casa onde a família morava, no centro da cidade. Na época, a mulher afirmava que alguém entrou na casa e estrangulou as duas crianças, fugindo em seguida.

A Polícia Civil indiciou ela pelas mortes das crianças. A Promotoria de Justiça de Água Boa, ofereceu denúncia contra a dona de casa Lucilei Sousa dos Santos por homicídio qualificado praticado contra seus dois filhos.
Na denúncia, o MP também requereu a decretação da prisão preventiva da denunciada. Lucilei passou quase 3 anos presa na Penitenciária Feminina de Cuiabá. De acordo com o MP, os crimes foram cometidos por motivo torpe, meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesas das vítimas.
Em fevereiro de 2.015, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso acolheu pedido da Defensoria Pública, emitindo habeas corpus para a suspeita, em função dela estar grávida na época.
Mais de 10 anos após o crime, Lucilei finalmente passará por júri popular. Será dia 10 de novembro, a partir das 8h da manhã no Fórum local.

=================== 
Tribunal de Justiça liberta mãe suspeita de matar dois filhos (11 fev 2015)

CUIABÁ – A mãe que foi acusada de ter matado seus dois filhos pequenos recebeu liberdade por decisão do Tribunal de Justiça de Cuiabá. Lucilei Souza dos Santos, 32 anos, estava detida na penitenciária Ana Maria do Couto May na capital, desde a época do crime.
Como ela está grávida, a defensoria pública obteve habeas corpus para a suspeita no final do ano passado. Lucilei foi acusada pela Polícia Civil de Água Boa de ter matado seus dois filhos, C. A. G. da S, 5 anos, e C. A. G. da S, de 1 ano e meio.
Ambos foram estrangulados no dia 4 de julho de 2.012, em uma casa onde a família residia, na rua 11, no centro da cidade de Água Boa. Logo após os fatos, a mulher disse que era inocente e que alguém teria entrado na casa naquela madrugada para estrangular as duas crianças.
Ela sempre negou o crime. Agora, ela permanecerá em liberdade até a data do julgamento que ainda não foi marcado. O crime na época chocou a comunidade.

=================
MP oferece denúncia contra mãe suspeita de matar os filhos (03 ago 2012)


ÁGUA BOA - O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Promotoria de Justiça de Água Boa, ofereceu denúncia contra a dona de casa Lucilei Sousa dos Santos por homicídio qualificado, praticado contra seus dois filhos, no município de Água Boa. Na denúncia, o MP também requereu a decretação da prisão preventiva da denunciada, que está cumprindo prisão temporária na Penitenciária Feminina de Cuiabá.
O crime ocorreu no dia 4 de julho deste ano e, de acordo com o MP, foi cometido por motivo torpe, meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesas das vítimas. A denúncia foi oferecida nesta quinta-feira (02.08). Na denúncia, a promotora de Justiça Clarissa Cubis de Lima Canan destacou as informações contidas no inquérito policial. “Por volta das 6h, a denunciada estrangulou seus dois filhos, sendo um de cinco anos e outro de uma ano, utilizando-se da força das mãos para constrição do pescoço das crianças, causando-lhes as lesões corporais que causaram suas mortes.
De acordo com os laudos necroscópicos, as vítimas tiveram um processo letal lento e dolorido, passando pela resistência, inconsciência, convulsões, asfixia e morte aparente”, consta em um dos trechos do documento. Conforme apuração da polícia, o crime ocorreu logo após o pai das vítimas sair para trabalhar. A denunciada teria matado os filhos para se vingar do esposo, pois acreditava que o marido possuía relacionamentos extraconjugais e não queria que a guarda das crianças ficasse com ele, caso houvesse separação. “Para não levantar suspeitas, a denunciada dissimulou a ocorrência de um roubo em sua residência, dizendo que sua casa havia sido invadida e assaltada por um homem, que desferiu uma paulada em sua cabeça, o que a fez desmaiar”, diz a denúncia.

A promotora de Justiça ressaltou que a prisão temporária da denunciada encerra no dia 5 de agosto, sendo necessária a decretação de sua prisão preventiva. “Além do do clamor social causado na cidade por crime tão brutal e bárbaro envolvendo duas crianças, verifica-se o risco de fuga, já que os últimos documentos juntados aos autos do inquérito policial revelam que a mesma pretendia evadir-se após o delito, pois havia escondido dinheiro em sua residência”.
Para a promotora existe ainda, a necessidade de garantir a regularidade da instrução processual, “pois a maioria das testemunhas elencadas são parentes e/ou conhecidos da vítima e esta pode vir a lhes coagir ou influenciar, de qualquer forma, seus depoimentos”, afirmou ela.


=================== 

Polícia concluiu que mãe matou os filhos - (Em 03 ago 2012)


ÁGUA BOA – A Polícia Civil concluiu que a própria mãe de 30 anos matou os dois filhos de 1 e 5 anos estrangulados no início de julho em Água Boa. Eles eram filhos de Roberto Carlos Gomes da Silva, 35 anos, e Lucilei Souza dos Santos, 30 anos. O delegado Marcelo Fernandes Jardim, encaminhou o relatório ao Ministério Público Estadual, indiciando a mulher por duplo homicídio.
O Ministério Público Estadual pode oferecer denúncia contra a suspeita. O delegado entendeu que a mãe cometeu o crime sozinha. A polícia informou ainda que durante a investigação surgiu um fato novo. O dinheiro que a suspeita disse ter sido roubado pelos supostos ladrões que mataram os filhos, foi encontrado enterrado no quintal da residência da família.
Conforme o delegado, os R$ 350 foram encontrados pelos novos moradores da casa. O fato do dinheiro ter sumido não tinha sido divulgado pela polícia. Em depoimento, Lucilei negou o crime, alegando que teria desmaiado durante o ocorrido e que só percebeu que os filhos estavam mortos depois de acordar. No entanto, ela se contradisse, segundo o delegado, já que aos policiais militares que atenderam a ocorrência na hora do crime, ela disse que tinha sido atacada por um homem desconhecido que teria invadido a casa da família.
Lucilei foi presa no dia seguinte ao crime após ter a prisão temporária decretada pela Justiça. Ela está recolhida na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, na capital. A mulher sempre negou a autoria do crime, dizendo que provaria ser inocente. A polícia disse ainda que a perícia confirmou que a morte dos filhos foi causada por asfixia mecânica (estrangulamento) na madrugada do dia 4 de julho deste ano.

PUBLICADO dia 05 jul 2012

=== ATUALIZADA HOJE AS 17HS - Delegado de Polícia solicitou e obteve a prisão provisória (30 dias) em desfavor de Lucilei Souza dos Santos, 30 anos. Ela é a mãe dos dois garotinhos mortos ontem pela manhã, em Agua Boa. As duas crianças. De 5 a 1 ano e meio, foram estranguladas na casa da família na rua 11, centro da cidade.
Desde o início, Lucilei diz que um homem entrou na casa por volta de 6 e meia da manhã, estrangulando as crianças. Ela pediu socorro e conduziu as crianças até o Hospital Regional Paulo Alemão, mas as crianças já tinham falecido. Lucilei ficará á disposição da justiça, na Cadeia Pública local. O delegado afirma que tem indícios de ser ela a única suspeita do duplo homicídio.
Conversamos agora a pouco com Lucilei, que negou os crimes. Também entrevistamos o delegado de polícia que apontou Lucilei como a única suspeita do crime que chocou a comunidade.

Publicado dia 05 jul 2012

=== ATUALIZADA HOJE AS 14HS 40MIN. - os corpos dos dois irmãos, mortos por estrangulamento ontem, em Agua Boa, foram sepultados esta manhã, no cemitério municipal. A mãe deles, Lucilei, ainda está detida no CISC local.


================ 

PUBLICADO DIA 04 DE JULHO 2012
Duas crianças assassinadas no centro da cidade

O IML local liberou por volta das 16hs 30min de hoje os corpos dos irmãos C. A. G. da S, 5 anos e C. A. G. da S, de 1 ano e meio. Eles foram encontrados mortos esta manhã, por volta das 7hs, na casa dos pais, na Rua 11, nº 480, centro da cidade. Os corpos passaram por necropsia na sede da Politec, em Agua Boa, e liberados ao pai, Roberto Carlos Gomes da Silva.
O velório e o sepultamento serão em Agua Boa. Já a mãe, Lucilei Souza dos Santos, segue prestando esclarecimentos na Delegacia de Polícia. O delegado Antonio Moura Filho já colheu vários depoimentos no sentido de elucidar quem cometeu o ato bárbaro de matar duas crianças. Novas informações a qualquer momento.

ÁGUA BOA – Uma tragédia ocorreu na madrugada de hoje na residência de número 480, na Rua 11, centro da cidade. Duas crianças foram encontradas em estado grave pela mãe, que pediu socorro aos vizinhos. Imediatamente a polícia militar foi acionada, mas quando chegou ao local, mãe e filhos já tinham sido conduzidos para o Hospital Regional Paulo Alemão.
O Cabo Araújo comandando uma patrulha da PM vai conceder entrevista daqui a pouco para trazer as primeiras informações. Já o vizinho Gustavo Acadrolli, foi quem ajudou a prestar os primeiros socorros, conduzindo mãe e filhos para o Hospital. Gustavo Acadrolli também gravou entrevista para contar sobre a tragédia. As entrevistas serão apresentadas daqui a pouco.

ÁGUA BOA – Segundo o delegado de polícia, Antonio Moura Filho, os irmãos C. A. G da S. de 5 anos e C. A. G. da S. de 1 ano e meio, foram mortos com sinais de estrangulamento. Os dois meninos são filhos de Roberto Carlos Gomes da Silva, 35 anos, e Lucilei Souza dos Santos, 30 anos.
O casal morava em Canarana e transferiu residência para Água Boa há cerca de 1 ano.  A mãe das crianças afirmou ao delegado, ainda no Hospital Regional Paulo Alemão, que ela acordou pela manhã quando notou um homem encapuzado do lado de fora da casa. Ela não sabe se desmaiou de susto ou levou uma paulada. Quando ela acordou, encontrou as crianças em grave estado. Imediatamente ela pediu socorro aos vizinhos. Neste momento, o casal e outras pessoas estão prestando depoimento na Delegacia de Polícia local.

ÁGUA BOA – Peritos da Politec de Barra do Garças estão efetuando o levantamento da cena do crime, na rua 11, número 480, centro da cidade. O local está isolado e sob forte vigilância da Polícia Militar. Foram requisitados os técnicos de Barra do Garças, uma vez que os técnicos da Politec de Agua Boa não estão trabalhando. Um está em férias e o outro está em viagem.
Os corpos dos irmãos foram conduzidos para necropsia no IML local, e serão liberados nas próximas horas para familiares realizarem o sepultamento. O crime chocou a comunidade. Diversos boatos foram ouvidos esta manhã sobre como teria ocorrido a tragédia. Todas as informações estão sendo filtradas pelos investigadores. Voltaremos com mais notícias oficiais a qualquer momento.

Ouça o áudio das Entrevistas:

{phocadownload view=file|id=36}

{phocadownload view=file|id=37}

Confira Mais Notícias