Água Boa - MT,
Pod IN - Ten. Cel. Gyancarlos analisa reação à abordagem da PM - veja vídeo

Pod IN - Ten. Cel. Gyancarlos analisa reação à abordagem da PM - veja vídeo

Atualizada 14 junho 24

ÁGUA BOA
- Ten. Cel. Gyancarlos concede entrevista ao vivo daqui a pouco para falar sobre a morte de um suspeito que reagiu à abordagem da PM.

O suspeito tem ao menos 20 BOs e usava tornozeleira eletrônica desligada. Além disso, ele tinha Mandado de Prisão em aberto.

Entrevista daqui a pouco às 10h AO VIVO no Instagram @radiointerativafm99.7.
Veja vídeo:



================================================

PM aborda dupla em moto; eles fogem do local, e um deles saca arma, mas morre baleado

ÁGUA BOA – Uma abordagem policial de rotina acaba com um suspeito morto. Ele usava tornozeleira eletrônica desligada e tinha Mandado de Prisão em aberto.

O caso começou por volta das 23h 30min da noite passada, quando policiais militares em serviço pelas ruas da cidade, receberam a informação de que dois indivíduos estavam em uma moto Fazer vermelha, realizando manobras perigosas no trânsito no setor Universitário, próximo da Av. Planalto. Uma viatura da PM foi deslocada.

Os policiais visualizaram a referida moto na rua A-3. Foram efetuados sinais luminosos e sonoros pedindo para a dupla parar. Os suspeitos desobedeceram à ordem se evadindo do local na moto. A todo momento, o motociclista conduzia a moto de forma perigosa no trânsito, pelas ruas do bairro Universitário.

Eles trafegaram com a moto na contramão de direção pela Av, Planalto, até que a dupla caiu com a moto. Os PMs sinalizaram novamente e o garupa da moto tentou fugir, sendo imobilizado. O piloto da moto tentou fugir empurrando a moto.

Quando os policiais se aproximaram dele, ele largou a moto e sacou de uma arma na cintura. Os policiais pediram que ele largasse a arma, e diante do perigo eminente, o suspeito foi alvejado. Em seguida, o suspeito foi conduzido ainda com vida ao Hospital Regional Paulo Alemão, onde foi constatado seu óbito.

O corpo passou por necropsia. No BO da PM consta porte ilegal de arma de fogo, falta de CNH, direção perigosa, desobediência, resistência e prisão por mandado.

O suspeito que morreu em confronto, Otavio Junior da Silva, 21 anos, tem mais de 20 Boletins de Ocorrência registrados. Além disso, ele usava tornozeleira eletrônica desligada. Ele também tinha Mandado de Prisão em aberto expedido pela Justiça.

O ten. cel. Gyancarlos Cabelho concederá entrevista daqui a pouco para falar detalhes da ocorrencia.

Confira Mais Notícias