Água Boa - MT,

Projeto de Jardim Terapêutico é implantado no CAPS I Vida Nova

ÁGUA BOA - A equipe e usuários do CAPS I- Vida Nova de Água Boa em parceria com a enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde Fabiane Campos Valério Alvarenga, realizaram nesta terça-feira (30), uma oficina de coleta e plantio de plantas medicinais e fitoterápicas, dando início ao projeto do “Jardim Terapêutico”.

A coleta aconteceu na chácara da Senhora Raimunda, moradora do setor Vila Nova de Água Boa, que se colocou à disposição para doar as mudas e auxiliar com seu rico conhecimento sobre o assunto.

A enfermeira Fabiane que está realizando uma especialização de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, explicou que o objetivo deste projeto é resgatar os saberes populares sobre as plantas e seus benefícios para a saúde, incentivando o seu uso de forma adequada e segura e também incentivar a população a cultivar seu próprio jardim medicinal no quintal de suas casas.

Além disso, ressaltou que o jardim terapêutico pode proporcionar inúmeros benefícios, entre eles: “psicológicos, sociais, físicos, emocionais e espirituais. O contato com as plantas e o envolvimento com o cuidado é muito importante e acaba auxiliando na saúde mental proporcionando bem-estar e melhora dos sintomas de ansiedade, stress e depressão, por exemplo. ”

A enfermeira e coordenadora do CAPS, Denise Paixão, explicou que as oficinas terapêuticas são uma das principais formas de tratamento oferecidas por uma unidade CAPS e essa parceria para a criação da horta vai ser um excelente ambiente de interação social entre equipe, usuários do serviço e comunidade, além de uma oportunidade de desenvolver e despertar novos saberes (científicos e populares).

De acordo com Denise, o projeto vai focar na importância do plantio e cultivo (na unidade e em casa), em um exercício coletivo da cidadania dando mais autonomia e melhor qualidade de vida em um trabalho desenvolvido no território.

O Jardim conta com diversos canteiros e já começou recebendo muitos tipos de plantas, entre elas: Alecrim, Melissa, Capim Limão, Açafrão, Gengibre, Hortelã, Malvarisco (alteia, malva), Boldo, Tanchagem (taiova, tansagem), Cidreira de Rama, Romã, Bálsamo e Babosa (Aloe Vera).

“Além do plantio e cuidado, a população interessada também vai ter acesso a uma cartilha de saberes que já está em construção para melhor orientação no uso das plantas para algumas doenças básicas que geralmente acabam sobrecarregando os serviços de saúde e que talvez pudessem ser resolvidas como primeira escolha em suas próprias residências”, explicou a enfermeira Fabiane.

Vale pontuar que o Jardim Terapêutico, também conhecido como Horta Terapêutica, Hortoterapia e Canteiro Terapêutico, é um espaço para todos e que necessita da integração e cuidado da comunidade para dar certo. Mais informações no CAPS I-Vida Nova, setor Vila Nova. (Ascom/Ivair Alves)
Projeto de Jardim Terapeutico e implantado no CAPS I Vida Nova

{showtime 744}

Confira Mais Notícias