• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

Delegado Ricardo GalvãoARAGARÇAS - Um comerciante de 51 anos foi indiciado pelo crime de homicídio culposo, após ter empurrado um motociclista que acabou sendo atropelado e morto, na manhã do último sábado (24).

O motociclista Jalen Miranda Soloaga, de 41 anos, transitava pela Av. Ministro João Alberto, quando passou ao lado do comerciante, que o empurrou. Ao cair, Jalen acabou sendo atropelado por um caminhão tanque, que passava pelo local.

Segundo o delegado da Polícia Judiciária Civil de Aragarças, Ricardo Galvão, o motorista do caminhão não percebeu o ocorrido, por isso seguiu viagem, como mostram as imagens registradas pela câmera de monitoramento de trânsito, que flagraram o trágico acidente.

O delegado Ricardo Galvão informou ainda que o comerciante foi identificado e encaminhado à delegacia, para prestar esclarecimentos. À polícia ele informou que ao ver o motociclista se aproximar, achou que fosse ser atingido e por isso, para se proteger, empurrou Jalen.

O vídeo que mostra o momento do acidente circulou nas redes sociais, e causou muita revolta.

O delegado informou que neste primeiro momento, o suspeito será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, mas esclareceu que a investigação prossegue. "Nós temos um lapso temporal dentro do inquérito policial, para poder concluí-lo, e assim fazermos os confrontos pertinentes para podermos chegar ao mais próximo do que realmente ocorreu".

O comerciante pagou uma fiança, arbitrada pelo delegado, e aguardará o resultado do inquérito em liberdade.

O delegado Ricardo Galvão ainda pediu que motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres sejam mais conscientes e que haja respeito à vida, para que o trânsito seja mais seguro.

Veja Também

Internet
  • 27 Julho 2019
  • Por Inácio Roberto

Faleceu uma das pioneiras do Vau dos Gaúchos

 ÁGUA BOA - Foi sepultada no final da tarde deste sábado no cemitério municipal, a pioneira do Vau dos Gaúchos, Verena Lindenmayr. Verena era casada com Antonio Lindenmayr (in memorian). Verena...