0
0
0
s2sdefault

QUERÊNCIA – Promover a integração e a aproximação entre os comerciantes e a Polícia Militar. Este é objetivo principal do Projeto Interface, colocado em prática desde o final de junho, no município de Querência.

O programa pioneiro funciona a partir de um dispositivo móvel, ligado diretamente à Policia Militar, onde um grupo de troca de mensagens foi elaborado com o objetivo de possibilitar que empresários e munícipes auxiliem o trabalho da Polícia Militar, através da troca de informações, tanto na sede do município como em todos os assentamentos.

O comandante da 19ª Companhia Independente de Polícia Militar, Capitão PM Conde, explicou que as principais demandas apresentadas no grupo são de rondas nas proximidades dos estabelecimentos, e realização de Pontos Base, os PBs, que consistem na parada da viatura por um determinado período em local estratégico para observar qualquer movimentação suspeita e orientar, dentre outras coisas, para o uso da máscara.

O comandante destacou ainda que os resultados do Projeto Interface têm sido satisfatórios, com a redução significativa de furtos e roubos à estabelecimentos comerciais.

“É praticamente impossível zerar os furtos, mas podemos dizer que reduziu bastante o indicie desse crime em nosso município. Até porque, Capitão PM Marcelo Condeos comerciantes têm colaborado muito, solicitando rondas, abordagens e até visitas. É um vínculo de proximidade e uma política próxima do comércio e do cidadão, com o objetivo de combate à criminalidade”, frisou o Capitão Conde.

O Capitão Conde explicou ainda que, na zona rural, o Projeto Interface não recebeu todo o aporte que a Polícia Militar gostaria de dar, até por conta da pandemia e dos trabalhos de fiscalização relacionados às medidas preventivas no município. No entanto, a expectativa é de que, tão logo seja possível, rondas sejam intensificadas nas propriedades rurais. O comandante diz que a intenção é de que, ao menos duas vezes por semana, a Polícia Militar realize visitas à essas propriedades, aumentando assim a segurança à comunidade da zona rural do município.

Uma vez que Querência conta com um baixo efetivo policial, esse trabalho será possível através do Projeto de Lei nº 1.262/2020, que firma e celebra um termo de cooperação entre o Poder Executivo e o Conselho Comunitário de Segurança Pública (Conseg), que cobrirão as despesas oriundas de atividades delegadas no município.

Essa atividade delegada permite ao policial militar e/ou civil, que esteja em dia de folga mas queira voluntariamente prestar seu trabalho de auxílio às ações de combate e fiscalização inerentes à Covid-19. Passado o período da pandemia, as atividades delegadas se voltarão ao patrulhamento rural, policiamento ostensivo e investigativo nas agrovilas, entre outras atividades correlatas, sendo possível, através do Conseg, o pagamento dessas horas trabalhadas aos profissionais de segurança pública.

“Estamos em sintonia com a prefeitura, câmara de vereadores e futuramente o Sindicato Rural para vermos os benefícios que isso tem trazido para a população rural. A ausência da Polícia Militar nesse local tem dado abertura para crimes e atos ilícitos, que devem ser cerceados com a presença do patrulhamento rural. E, além do patrulhamento, faremos também um estudo, um levantamento prévio, um mapeamento das principais estradas vicinais, que servirão de preventivo para qualquer situação de perigo. Por exemplo, em caso de um suposto assalto à banco, nos posicionaremos nas saídas das estradas, a qual teremos conhecimento, para impedir a fuga dos criminosos até que o devido apoio chegue”, explicou o comandante.

O Projeto Interface foi possível através de uma parceria entre Polícia Militar, Câmara Municipal e comércio local, através da Forte Celulares, que cedeu o aparelho celular para que o programa fosse aplicado. O número do Whatsapp Polícia Militar é o (66) 98438-0683.

Veja Também

Mais notícias relacionadas
  • 01 Setembro 2020
  • Por Michele Soares

Indígena é alvejado por três disparos de arma de fogo em quarto de hotel

  • 20 Julho 2020
  • Por Michele Soares

Queimada urbana é proibida durante todo ano e o infrator está sujeito à multa

  • 15 Setembro 2020
  • Por Redação Interativa

Entidades têm poucos dias para inscrever projetos no Fundo Social

  • 30 Agosto 2020
  • Por Redação Interativa

Dia Nacional de Combate ao Fumo: Levantamento aponta aumento de 30% na busca por ajuda para parar de fumar