Água Boa - MT (99,7 FM)

Interativa Playlist Interativa Playlist
Interativa Playlist

Ouça Agora!

(66) 99652-7007

Querência - MT (97,9 FM)

- Interativa Playlist
-

Ouça Agora!

(66) 98438-0051

Ribeirão Cascalheira - MT (103,1 FM)



Segundo suspeito de latrocínio é preso; corpo foi amarrado com pedras e jogado em lago

Atualizada dia 26 maio 2022

COCALINHO - A Polícia Judiciária Civil de Cocalinho acaba de prender o segundo suspeito de ter cometido latrocínio no dia 23 de maio em uma fazenda no interior do município.
O segundo suspeito foi detido na zona rural de Cocalinho. De acordo com o delegado de polícia, Dr. Valmon Pereira da Silva, a operação só foi exitosa graças à integração entre as forças de segurança (Polícias Civil e Militar do Mato Grosso e Polícia Militar do Goiás).
Além das incessantes ações de procura aos suspeitos, também trocaram relevantes informações de inteligência, visando solucionar o grave crime praticado pelos investigados.
Dois suspeitos mataram a pauladas Rildo Luiz Freire, 48 anos. Os 3 eram de Britânia/GO, mas estavam em uma fazenda em Cocalinho para serviço de construção civil. Após desentendimento, os dois suspeitos assassinaram a vítima.
Em seguida, tentando esconder o corpo, amarraram um saco de pedras ao cadáver, jogando-o em um lago da mesma fazenda. Mas não há crime perfeito. Um dos suspeitos acabou confessando o crime, levando a polícia ao lago para o resgate do cadáver.
Os dois suspeitos ficarão à disposição da justiça.


======================= 

Publicado em 25 maio 2022
Políciais Militar e Civil de MT e GO prendem suspeito de latrocínio em flagrante

COCALINHO - Na data do dia 24/05/22, a PM de Cocalinho foi acionada pela PM-GO, a qual relatou que estava sob sua custódia, um dos suspeitos de terem praticado latrocínio em Cocalinho na manhã do dia 23/05/22. pm go e mt

Os policiais de Goiás chegaram até o mesmo, depois que a irmã da vítima viu um dos suspeitos com o veículo, celular e documentos de seu irmão (vítima), e que achou estranho aquelas pessoas estarem portando tais objetos. Assim, ela chamou a Polícia Militar de Goiás para que averiguar a situação.

Um dos suspeitos foi abordados pela PM-GO, e a princípio, ele desconversou. Porém, com a insistência dos PMs, o mesmo confessou que, junto com seu comparsa, foram chamados pela vítima para trabalhar com ele em uma construção residencial em uma fazenda no município de Cocalinho-MT.
Lá se desentenderam momento em que os suspeitos de posse de um pedaço de madeira (pedaço de vigota), agrediram a vítima com pauladas na cabeça. Em seguida os suspeitos tiraram a calça da vítima, carregando-o até um lago próximo à obra. O corpo foi amarado com um saco cheio de pedras e arremessado no lago, na tentativa de ocultar o cadáver.

Após sua detenção, o suspeito disse ainda aos policiais militares de Goiás que indicaria o paradeiro do segundo suspeito, que estaria em uma fazenda onde sua irmã residia. O local foi averiguado pelos polciaisi civis e militares de Cocalinho, sem êxito.
Relatou o suspeito detido que então mostraria o lugar específico onde haviam ocultado o corpo da vítima, em um lago da fazenda onde os mesmos estavam trabalhando.

Após afirmação do suspeito, foram iniciadas as buscas no lago ainda pela madrugada, porém, pela pouca luminosidade, não foi possível localizar o corpo, só sendo possível ser localizado, após o amanhecer.

A vítima foi encontrada submersa no lago, pelos policiais militares de Mato Grosso com apoio de populares. A vítima estava sem a calça e com um saco cheio de pedras amarrado em seu corpo. Com o auxílio de uma canoa, a vitima foi retirada das água e seu corpo já exalava mau cheiro.

A Politec esteve no local, onde os técnicos fizeram as perícias preliminares. Em seguida o corpo foi liberado para casa mortuária, para as demais providências.
O suspeito detido foi entregue na Delegacia de Polícia local onde ficará a disposição da justiça. (Ascom PM-MT/GO)

A vítima fatal é Rildo Luiz Freire, 48 anos. Os 3 eram de Britânia/GO. Um dos suspeitos já tem passagem policial.

Veja mais notícias: