• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 08 NOV 2019

 

SANTANA DO ARAGUAIA, PA – A Polícia Civil do Pará, com apoio integral da Polícia Civil de Mato Grosso, prendeu ontem, 07/11/2019, o suspeito Lauro Martins. As forças policiais cumpriram mandado de prisão expedido pela justiça de Mato Grosso.

O suspeito é acusado de estupro seguido de homicídio da adolescente Lorena Maria Rosa da Silva, 16 anos na época do crime. O suspeito estava foragido desde dezembro de 2.018, mas estava sendo monitorado por cerca de 4 meses pela Polícia Civil de Mato Grosso.

A investigação foi conduzida pela polícia civil de Campinápolis e Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Polícia de Água Boa. O suspeito foi identificado na Delegacia de Santana do Araguaia, e depois, transferido para a Penitenciária Regional Major Zuzi de Água Boa, onde ficará à disposição da justiça.

HOMICÍDIO - O crime ocorreu no dia de natal – 25 de dezembro de 2014, e chocou a pacata cidade de Campinápolis. Lorena foi encontrada seminua e com ferimentos na cabeça e pescoço. O corpo da adolescente foi localizado pelo próprio pai. A garota havia saído de casa na noite anterior para pegar sinal de internet (wifi).

Lorena tinha hábito de ir ao centro da cidade, e foi justamente nesse lugar que a garota foi abordada pelo criminoso. Ao notar que a filha não retornou para casa o pai saiu a sua procura, encontrando a garota no terreno de uma igreja. A crueldade praticada contra a garota foi um choque para a família.

Veja detalhes abaixo:

 

==================================== 

 

Publicado em 26 dez 2014 (Por Michele Soares)

CAMPINÁPOLIS - Um crime bárbaro chocou a cidade de Campinápolis nesta quinta-feira de natal (25). Uma adolescente de 16 anos foi morta após ser abusada sexualmente. LorenaLorena Maria - Foto Facebook Maria Rosa da Silva foi encontrada seminua e com ferimentos na cabeça e pescoço. O corpo da adolescente foi localizado pelo próprio pai.

A garota havia saido de casa na noite de quarta-feira para pegar sinal de internet (wifi). Lorena tinha como hábito ir até o centro da cidade, perto da rádio que fica ao lado do lavajato de seu pai, e foi justamente nesse lugar que foi abordada pelo criminoso. Ao notar que a filha não retornou para casa o pai saiu a sua procura.

Durante as buscas, na manhã de ontem, com apoio da Polícia Militar, o pai de Lorena avistou o corpo no corredor de uma casa, dentro do terreno da Igreja Deus do Brasil. A adolescente provavelmente foi estuprada morta em seguida. Há indícios de que ela tenha levado uma pancada na cabeça. Mas a causa da morte também pode ser asfixia por estrangulamento.

Um suspeito, que é ex-presidiário com passagens por Maria da Penha, homicídio e roubo no município de Querência, chegou a ser detido para averiguação. Ele estava muito nervoso e passou várias vezes perto do lugar onde foi localizado o corpo de Lorena. Mas por falta de provas o suspeito foi liberado em seguida.

A morte de Lorena abalou o natal na tranqüila Campinápolis. Os amigos de Lorena prestaram homenagens nas redes sociais, e todos se mostraram muito abalados com o crime. A adolescente era aluna do Ensino Médio da escola Couto Magalhães.

A ocorrência foi atendida pelo Sargento PM Cardoso e Soldados PM Alan e Correia.