• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

ÁGUA BOA – Nossa reportagem foi informada de que vereadores e candidatos a vereador já estão se articulando para trocar de partido com vistas às eleições do ano que vem.

Os parlamentares e candidatos precisam analisar a força de cada legenda, tendo em vista que a partir de 2.020, passam a valer as novas regras eleitorais, proibindo a coligação para vereador.

O fim das coligações na disputa proporcional também está preocupando os partidos políticos que, além de buscarem reforçar os seus quadros, também estão se organizando para encabeçar a disputa majoritária para “atrair” votos.

O fim das coligações na eleição proporcional se deu por meio da aprovação de uma emenda constitucional pelo Congresso Nacional em 2017. Pela nova regra, os partidos não poderão mais se coligar na disputa das vagas para deputados e vereadores.

A partir do ano que vem, o partido que quiser eleger um vereador, precisa atingir o coeficiente, que deve ser em torno dos mil votos. Para cada mil votos que o partido somar, elege um vereador. O restante da composição da futura Câmara se dará pela sobra dos votos de cada legenda.

Ao mesmo tempo existe uma proposta de Emenda à Constituição que pretende cancelar essas eleições e transferir para 2.022, como plano para unificar eleições as municipais com as estaduais e federal.

Muitos apostam nessa PEC. Infelizmente, poderia ser danoso aos municípios onde a representatividade política não atende aos anseios da população.

Veja Também

Policial
  • 20 Outubro 2019
  • Por Inácio Roberto

Homem furtou TV de 32 polegadas, mas foi preso

ÁGUA BOA - Os policiais militares de plantão atenderam neste sábado a um furto a residência no Bairro Guarujá Expansão. Um meliante entrou em uma residência e furtou uma televisão de 32 polegadas....