• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

ALTA FLORESTA - Reforma do hospital e a atualização do repasse para pagamento da folha salarial dos médicos, além da implantação de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Essas foram as principais necessidades apontadas durante visita técnica ao Hospital Regional de Alta Floresta Albert Sabin, realizada na manhã desta sexta-feira (23) por deputados que integram a Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Fundado em 1988, o Hospital Regional de Alta Floresta atende mais de 100 mil habitantes da Região do Alto Tapajós. Além de Alta Floresta, fazem parte da região os municípios de Apiacás, Carlinda, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde e Paranaíta. O hospital atende também moradores da região do Teles Pires, do município de Peixoto de Azevedo e da região Sul do estado do Pará. aaa

A unidade presta serviços de saúde em diversas especialidades médicas e atende por mês cerca de quatro mil pacientes. Realiza atendimento de urgência e emergência, diagnóstico e terapia, maternidade, cirurgias eletivas, tratamento clínico geral e especializado. Os serviços oferecidos para atendimento de urgência e emergência são apoiados com estrutura de diagnóstico 24h em radiologia e patologia clínica.

Segundo a diretora do Hospital Regional de Alta Floresta, Sônia Marques, a construção de mais leitos hospitalares melhoraria o atendimento aos usuários. “Agradeço a visita da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa. Desejamos a construção de mais leitos, pois hoje temos 77 e o ideal seria 80. Acredito que o resultado dessa visita técnica será produtivo”, ressaltou.

Conforme Sônia, no primeiro semestre de 2019 foram realizados na unidade 8.440 atendimentos ambulatoriais e 3.390 internações. No mesmo período também foram registrados 23.317 procedimentos somente de urgência e emergência, o que representa um aumento de pouco mais de 30% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registrados 17.827 procedimentos.

“Assumi a direção do Hospital no inicio deste mês. A proposta é fazer um planejamento de gestão com foco nas políticas baseadas na humanização do atendimento e também conseguir concluir a implantação da UTI, que é um grande sonho da população de Alta Floresta”, observou a diretora.

O secretário de estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou que a UTI, composta por 10 leitos, deverá ser entregue na primeira quinzena de novembro. “Praticamente todos os equipamentos já foram adquiridos e 95% da obra está finalizada. Agora faltam alguns ajustes e correções do projeto. Estimamos que iremos vencer essa etapa nos próximos 60 dias. No dia 1º vamos lançar o edital para contratação da equipe médica. Em relação à equipe de suporte – enfermeiros e técnicos de enfermagem – nós já fizemos processo seletivo e o hospital começa as contratações a partir do dia 1º”, explicou.

Gilberto disse ainda que a Secretaria de Saúde não tem orçamento suficiente para arcar com os custos do hospital. “Vou pedir que o governador faça remanejamento de orçamentos de outras pastas. É necessário, porque a partir do mês de outubro nós sequer temos recursos para despesas dos hospitais. O orçamento feito na gestão passada é deficiente, então será preciso remanejar dentro do orçamento do estado”, informou.

O presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, deputado Paulo Araújo (PP), destacou que a comissão cumpre o cronograma de visitas técnicas elaboradas ainda no primeiro semestre de atuação parlamentar. “A ALMT, através da Comissão de Saúde, cumprirá hoje aquilo que se propôs a fazer, que é realizar visitas e propor ações para todas as unidades gerenciadas pela secretaria Estadual de Saúde, no inicio de agosto a comissão esteve conhecendo as atividades dos regionais de Sinop e Sorriso e hoje concluiremos a extensa agenda de visitas técnicas a todos os Hospitais Regionais em Alta Floresta e logo mais em Colíder”, anunciou Araújo.

O deputado estadual Dr. Gimenez (PV) disse que os membros da Comissão de Saúde da Assembleia irão trabalhar a partir de agora para atender os pontos levantados durante as visitas técnicas. “Os deputados, sendo membros ou não da comissão, vão fazer uma análise mais criteriosa porque iremos entregar os relatórios de forma oficial, para que eles tenham profundo conhecimento do perfil de cada unidade de saúde do estado, o que facilitará o trabalho quando forem direcionar suas emendas na área da saúde, por exemplo”, explicou Dr. Gimenez.

O deputado Romoaldo Júnior (PMDB) comemorou o anúncio da entrega da UTI e assegurou o empenho dos parlamentares para destinação de mais recursos à saúde. “Há mais de 20 anos o município de Alta Floresta tem esse hospital que atende toda a região e não tinha UTI. Hoje o secretário anunciou a entrega da UTI com 10 leitos. Essa, sem dúvida, é a melhor notícia. Agora a Assembleia vai ter que ajudar. Todos os deputados sabem que a saúde é fundamental para a população e vão destinar emendas para unidades das suas regiões, ou seja, além do orçamento próprio do estado haverá emendas parlamentares para reforçar as obras de recuperação e compra de equipamentos para melhorar as unidades regionais que atendem todo o interior de Mato Grosso”, disse.

Também participaram da visita técnica os deputados estaduais Dilmar Dal Bosco (DEM), Dr. Eugênio (PSB), Janaina Riva (MDB) e Valdir Barranco (PT).

Balanço - O Hospital Regional de Alta Floresta foi a décima primeira unidade de saúde vistoriada pela Comissão de Saúde da ALMT. Além de Alta Floresta, a Comissão já visitou unidades hospitalares nos municípios de Água Boa, Barra do Bugres, Cáceres, Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Várzea Grande.

Atendimento - O Hospital Regional de Alta Floresta possui 77 leitos, incluídos os de Pronto-Atendimento. Neste total estão incluídos leitos de observação reverso, leito de observação na sala vermelha e leitos complementares, os quais são distribuídos em: leitos da ECI adulta, leitos de ECI Neo e leito de isolamento reverso.  O hospital possui ainda salas cirúrgicas. (Fotos: Assessoria Paulo Araújo - Najylla Nunes - Assessoria de Gabinete)

Veja Também

Internet
  • 27 Setembro 2019
  • Por Inácio Roberto

Curso de vacinador na Serrinha

ÁGUA BOA – Durante dois dias, cerca de 15 produtores rurais participaram de curso de vacinador promovido na Serrinha. O treinamento foi ministrado pelo veterinário Pedro Renan.