• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

Odeny ÁGUA BOA – Todas as crianças acima de 01 ano devem ser vacinadas contra o sarampo. O mesmo vale para pessoas acima de 15 meses até 29 anos, que devem receber 02 doses.

De 30 a 49 anos deve ser aplicada só uma dose com componente sarampo, caxumba e rubéola (tríplice viral) ou sarampo e rubéola (dupla viral). Existe receio de que o sarampo retorne como doença causando epidemias em várias partes do mundo. Só a imunização impedirá isso.

Em Agua Boa foram vacinadas contra o sarampo no ano passado, 1.422 pessoas, ou 98,7% da meta de 1.440 moradores. As informações são de Odeny Martins Pérego, Coordenadora da Vigilância em Saúde.

SAIBA MAIS SOBRE SARAMPOsarampo

sarampo é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus chamado Morbillivirus. A enfermidade é uma das principais responsáveis pela mortalidade infantil em países sub-desenvolvidos. Seus sintomas incluem febre e manchas no corpo, e o tratamento é feito para atenuar estes sintomas.

 

As vacinas para o sarampo são dadas na infância, e isso fez com que, em 2016, o Brasil tenha recebido da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo.

No entanto, em 2018 o país enfrenta dois surtos de sarampo, em Roraima e Amazonas, com mais de mil casos confirmados. Para saber mais sobre o surto clique aqui!

Sarampo em bebês

Bebês também podem contrair sarampo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a doença costuma se manifestar entre seis meses de idade e 2 anos.

O sarampo pode ser prevenido a partir da imunização com a vacina tríplice viral. Ela deve ser aplicada no bebê de 1 ano e reforçada com a tetraviral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba + varicela/catapora)

Tipos

Não há tipos de sarampo, somente fases de apresentação e complicações relacionadas à doença.

Causas

Não há uma causa específica para o Sarampo. O vírus ainda circula por não ter uma população completamente imune. Os surtos de sarampo ocorrem devido a fluxos de pessoas suscetíveis ao sarampo, ou seja, que não foram vacinadas, e também à diminuição da cobertura vacinal nos últimos anos.

Como pegamos sarampo?

A transmissão do sarampo é diretamente de pessoa a pessoa, por meio das secreções do nariz e da boca expelidas pelo doente ao tossir, respirar ou falar.

Por isso, quem reconhece os sintomas do sarampo precisa se consultar com um médico. Se a doença for confirmada, deve evitar o contato com pessoas não infectadas. Ficar em locais fechados junto com uma pessoa doente facilita a transmissão do vírus do sarampo. (Ascom)

Veja Também

Policial
  • 27 Agosto 2019
  • Por Inácio Roberto

Incêndio destrói loja e casa no centro

CAMPINÁPOLIS - Um incêndio de grandes proporções foi registrado a noite passado em Campinápolis. As chamas começaram provavelmente em um curto circuito, atingindo uma casa abandonada e uma loja na...