• Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA  14hs

 

ÁGUA BOA - Bastou a publicação de uma notícia de uma mãe queixosa em relação ao atendimento em determinado PSF, que outras reclamações apareceram nas redes sociais da internet.

Teve mãe que relatou ter voltado cinco vezes ao PSF para poder vacinar o filho pequeno. Ela conseguiu a vacina somente depois de insistir muito com as atendentes. Outro relato dava conta de uma gestante que não foi atendida no PSF, passou mal e acabou no hospital.

Outra mãe do interior relatou nas rede sociais que precisou trazer a criança para vacinar no Centro Municipal de saúde, e de lá, foi enviada para um PSF. Porém, mesmo assim, teve que retornar três vezes para finalmente conseguir vacinar o bebê.

Também existem relatos de que alguns atendentes da saúde são mal educados, enquanto outros atendem bem aos moradores. Outra mãe disse que levou a criança com febre ao hospital, onde levou bronca da médica.

Segundo ela, a médica disse que era obrigação dar remédio para combater a febre, evitando quadro de convulsão. Mas a mãe afirmou ter recebido orientação para não dar antifebril, senão não seria atendida no PSF. Outra mãe relatou ter ficado a tarde toda no PSF e mesmo assim, a criança ainda estava com febre.

Enfim, vários comentários que devem ligar o sinal de alerta na saúde a nível municipal.

Acesse o facebook da Rádio Interativa https://www.facebook.com/interativafm997/ e participe dos debates

==================================== 

 

ÁGUA BOA – Uma moradora procurou um PSF da cidade depois que sua filha passou a noite com febre.

No PSF, a criança não foi consultada pois na hora, não apresentou quadro febril. Porém, a consulta foi marcada para 15 dias depois. Isso deixou a mãe indignada. Ela gravou um desabafo para o que considerou uma situação delicada.

Daqui a pouco, você acompanha a história no bloco de reportagens. Será às 12hs 30min no REPÓRTER INTERATIVO.