Água Boa - MT,

PJC apreende outro veículo de suspeito preso essa semana

Atualizada dia 30 nov 23 

rangerÁGUA BOA – Ontem a Polícia Civil localizou mais um veículo com busca e apreensão determinada pelo Tribunal de Justiça de Goiás.

O veículo pertence a um dos suspeitos presos essa semana por envolvimento em vários crimes na comarca.

Um veículo Jaguar em posse do suspeito foi apreendido essa semana, escondido em um galpão. A Ford Ranger estava em uma oficina mecânica da cidade.

O veículo foi apreendido e está no pátio do CISC, à disposição da justiça do estado de Goiás.

=================
Atualizada 28 Nov 23

ÁGUA BOA - A Polícia Civil cumpriu hoje mandado de apreensão de veículo de luxo em poder de suspeitos de uma quadrilha que agia na comarca.

Segundo o delegado Dr Matheus Soares Augusto, um dos suspeitos preso hoje em Água Boa, tem o veículo Jaguar em seu nome.

Esse veículo tem ordem de busca e apreensão expedido pelo Tribunal de Justiça de Goiás.

A quadrilha é alvo de investigação por venda adulterada de defensivos agrícolas. Durante uma temporada, os suspeitos vendiam defensivos agrícolas falsificados, causando prejuízo para dezenas de agricultores.

Depois que o caso foi descoberto, a quadrilha migrou para o Mato Grosso. Na comarca, um dos suspeitos tentou interferir em um processo judicial de posse de uma fazenda localizada no município de Cocalinho.

Eles chegaram a ameaçar uma das pessoas envolvidas no processo judicial, dias atrás, dentro de um mercado de Água Boa. Imagens das câmeras de segurança mostram a agressão covarde de um dos suspeitos contra a vítima.

Esse Jaguar apreendido faz parte da mesma ação de apreensão de um SW4 e um Humer apreendidos meses atrás com o ex-vereador 'Túlio' de Nova Nazaré.

Veja entrevista com Dr. Matheus:


==================================================

Delegados falam sobre Operação Anarquia - veja vídeo

Atualizada 28 Nov 23
foto capa

ÁGUA BOA - Os Delegados de Polícia falam sobre Operação Anarquia.

Dr. Matheus Soares Augusto comandou a operação que teve como alvo uma quadrilha acusada de diversos crimes.

Dr. Danilo Barbosa deu apoio à Operação Anarquia.

Já o Delegado Regional de Polícia, Dr. Valmon Pereira da Silva, ressaltou que as forças policiais estão em constante trabalho para combater o crime.

Veja vídeo:


Um dos presos em Água Boa é suspeito de injúria em Goiânia. O fato repercutiu na época, segundo matéria do G1.
https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2021/04/19/morador-e-filmado-ao-ofender-e-ameacar-porteira-em-predio-de-goiania-chipanze-voce-nao-presta.ghtml

======================================

ÁGUA BOA - A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Polícia de Água Boa deflagrou hoje a Operação Anarquia com objetivo de cumprir ordens judiciais contra uma associação criminosa responsável por diversos crimes na região, entre eles AMEAÇA, EXERCÍCIO ARBITRÁRIO DAS PRÓPRIAS RAZÕES, INCÊNDIO, DISPARO DE ARMA DE FOGO, PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO, COAÇÃO NO CURSO DO PROCESSO. pjc ope 1
Os investigados estão envolvidos em disputas de terras rurais e recentemente atearam fogo em uma propriedade causando prejuízos de aproximadamente R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais) à vitima. Além disso, a polícia recebeu diversas denúncias de que os suspeitos estariam portando armas de fogo e fazendo ameaças a seus algozes sem nenhum pudor em locais de grande circulação de pessoas no centro da cidade de Água Boa.
Após monitoramento e investigação a Polícia Civil constatou a periculosidade dos investigados e verificou que de fato são pessoas que colocavam em risco toda ordem pública da cidade de Água Boa, visto que estando sempre armados não mediam esforços para ameaçar e intimidar seus desafetos.
O nome da operação refere-se ao modo de atuação do grupo, que agia ignorando as leis vigentes e colocava em risco toda a sociedade de Água Boa.
Delegado Matheus Soares Augusto: “Os suspeitos são investigados por diversos crimes no Estado de Goiás e acreditavam que ao se mudarem para cidade de Água Boa poderiam continuar infringindo a legislação. Esses suspeitos agiam como se estivessem no faroeste fazendo ameaças e portando armas de fogo dentro da cidade, pensando que fossem imunes à lei, contudo tal conduta é inadmissível para Policia Civil que ao tomar conhecimento dos fatos adotou todas as providência para prisão dos criminosos.”
Até o momento a operação conta com a prisão de 5 pessoas e 7 armas de fogo, entre fuzis, espingardas, revolver e diversas munições. (Ascom)

Confira Mais Notícias